Toda a dieta vegetariana é saudável?

    4011
    Toda a dieta vegetariana é saudável?
    Toda a dieta vegetariana é saudável?

    O vegetarianismo consiste num padrão alimentar que tem por base alimentos de origem vegetal e a exclusão de alimentos de origem animal.

    Conheça melhor a dieta vegetariana

    Existem vários tipos de vegetarianismo, nomeadamente ovo-lacto-vegetariano (consome lacticínios e ovos), lacto-vegetariano (consome lacticínios mas não ovos), ovo-vegetariano (consome ovos mas não lacticínios) e vegano ou vegetariano restrito (não consome qualquer alimento de origem animal).

    Algumas pessoas optam por se tornarem vegetarianos devido a questões inerentes à proteção ambiental e bem-estar animal. Ainda, existem pessoas que preferem excluir alimentos de origem animal por questões somente ligadas à saúde.

    Benefícios da dieta vegetariana

    Independentemente dos motivos que levam as pessoas a aderirem a uma dieta vegetariana, não implica, á partida, mas saúde, como alguns acreditam. Dietas vegetarianas, quando bem planeadas, podem prevenir e auxiliar no tratamento de doenças crónicas, incluindo cancro, doenças coronárias, obesidade e diabetes entre outras condições que comprometem a longevidade e a qualidade de vida. No entanto, para que tal se verifique são necessárias escolhas alimentares adequadas e um estilo de vida saudável, igual a uma dieta não vegetariana.

    Uma dieta vegetariana quando mal planeada, com défice de nutrientes e/ou com excesso de sal, gorduras e alimentos processados, pode ser prejudicial á saúde. Em contrapartida uma dieta vegetariana, bem planeada, é menos calórica, menos rica em colesterol e gordura saturada e possuo um aporte elevado de fibra alimentar, comparativamente a dieta não vegetariana.

    Dado aumento da adesão a este padrão alimentar, é fundamental estabelecer algumas linhas de orientações sobre a dieta vegetariana, de forma a não comprometer o estado de saúde do indivíduo.

    Recomendações para a adesão à dieta vegetariana

    Inicialmente recomenda-se que a base da dieta seja composta por frutas, hortícolas, cereais, leguminosas, frutos gordos e sementes, dando sempre preferência a produtos locais e sazonais e evitando produtos processados.

    Uma dieta vegetariana nutricionalmente adequada, deve considerar a ingestão apropriada e a biodisponibilidade de alguns nutrientes como vitamina B12, iodo, ferro, cálcio, zinco, proteínas e ácidos gordos essenciais.

    No caso da vitamina B12, a sua única fonte são os alimentos de origem animal. Por este motivo, é necessário proceder a sua suplementação, sempre sob a supervisão de um profissional da saúde.

    A importância dos hidratos de carbono

    Uma substituição de alimentos de origem animal por alimentos de origem vegetal costuma alterar a proporção de hidratos de carbono na alimentação. Contudo, a quantidade ingerida não ultrapassa os valores recomendados (para um adulto saudável). A forma de elaboração da dieta irá contribuir para a quantidade de carboidratos ingeridos.

    As fontes do hidratos de carbono da dieta devem ser uma preocupação. Hidratos de carbono provenientes de alimentos enlatados, frituras (batatas) e industrializados devem ser evitados, pois são alimentos que possuem quantidades elevadas de sal e gorduras.

    Considerações sobre a dieta vegetariana

    O padrão alimentar vegetariano é fácil de ser adotado, principalmente em países como Portugal, onde existe uma variada e abundante oferta de vegetais ao longo do ano.

    A adoção à dieta vegetariana pode trazer benefícios ao organismo. Mas, se for aplicada incorretamente, pode ser tão prejudicial como qualquer outro estilo alimentar.

    Sendo assim, aconselha-se que procure um nutricionista para que esse possa elaborar um plano alimentar vegetariano, segundo as necessidades nutricionais que lhe são específicas.

    Classificação
    A sua opinião
    [Total: 1 Média: 5]