Salada: a fiel amiga no verão

0
1597

Sempre que o tema é a alimentação saudável ou a dieta, a primeira coisa em que pensamos é salada.

Elas estão sempre associadas à ideia de diminuir o peso e ganhar saúde. A base de todas as saladas são as verduras, no entanto se adicionar outros ingredientes igualmente saudáveis pode conseguir uma refeição completa e muito nutritiva.

Uma refeição completa deve ter alimentos de todos os grupos alimentares. É necessário incluir nas saladas os carbohidratos, as proteínas, gorduras, vitaminas, minerais e fibras, para que a sua salada seja um prato saudável e equilibrado.

Por exemplo, uma salada de alface, rúcula, cenoura ralada, pedacinhos de batata, frango desfiado e ervilhas, temperada com azeite, contém todos os grupos alimentares.

As fibras, vitaminas e minerais ficam por conta da alface, rúcula, cenoura e ervilhas. Já os carbohidratos estão na batata. E no frango, a proteína. A gordura fica por conta do azeite.

Esta combinação é perfeita para que a sua salada se torne numa refeição completa. Então o ideal é sempre manter o grupo alimentar, mas não repetir os alimentos, para que a refeição não se torne monótona e enjoados. Outro questão muito importante é que o prato deve ser colorido, deste modo conseguimos garantir a diversidade dos nutrientes na nossa refeição.

Os “assassinos” das saladas:

Muitas vezes alguns ingredientes adicionados às saladas podem transformá-la num prato mais calórico do que um prato comum. Assim, para o molho da sua salada, prefira o azeite ou molhos à base de frutas ou iogurte. Molhos prontos, ou à base de maionese devem ser evitados, pois contém um alto teor calórico.

Já quando for escolher a proteína para a sua salada, prefira sempre os alimentos menos gordurosos como o frango desfiado, peito de perú, ovos cozidos ou o queijo branco.

Para os carbohidratos, se escolher utilizar pães ou massas, prefira as opções integrais, como o seu tempo de processamento é maior, prolonga a sensação de saciedade no nosso organismo.

Para dar mais sabor aos pratos, utilize ervas aromáticas. A salsa, o oregão, coentro, hortelã, cebola ou o manjericão são óptimas opções para acompanhar as saladas. Como os pratos ficam com mais sabor aproveite e vá reduzindo a quantidade de sal progressivamente.

A falta de qualquer um dos grupos alimentares pode deixar o seu organismo carente de nutrientes. Esta carência leva o seu o organismo a reagir e assim pode começar a sentir-se mal disposta e sem energia.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]