Conheça os cuidados que deve ter com o marisco

5669
Cuidados com o marisco
Cuidados com o marisco

alimHá coisa melhor do que se deliciar com uma boa mariscada? Não! Mas deve ter certos cuidados com o marisco para não ter problemas.

Consumo de marisco

Ainda que estejamos habituados a um tipo de alimentação à base de carne e de peixe, com algumas saladas pelo meio, o certo é que os nossos hábitos de consumo de marisco não são tão abrangentes como em outras culturas. Mas, na altura do Verão é habitual comermos mais mariscos, deliciados com uma boa bebida a acompanhar.

Variedades de marisco

Os mariscos podem apresentar-se sobre a forma de moluscos ou seja, as típicas ameijoas, berbigão ou ostras, ou ainda os bivalves, como é o caso dos chocos, polvo ou lulas. Camarões, lagostins ou lagosta, apresentam uma carapaça rígida que lhes cobre o corpo, sendo este sempre segmentado.

Os mariscos constituem uma boa alternativa ao peixe e à carne, fornecendo muitas calorias e não abusando das calorias. Ainda que contenham menos ferro que a carne, é comum apresentarem muitas vitaminas e o seu índice de colesterol não é muito elevado.

O consumo destes alimentos pode ser muito mais saudável, do que consumir as típicas refeições que provêm de animais oriundos da sobrevivência da terra.

A polémica em torno destes alimentos causou algum receio, quando se julgou que era derivado do consumo dos mesmos que se verificavam as intoxicações alimentares. Ainda que estes alimentos não tenham muita vida fora do seu meio, devem ser criadas as condições para a sua escassa sobrevivência.

Um dos principais motivos a ter em conta para esta situação é o facto de a maior parte das águas estarem poluídas com muito lixo, o que por si só prejudica a sobrevivência destes seres.

Assim, os mariscos ou os peixes trazem consigo uma maior possibilidade de contrair micróbios, fruto do desleixo do ser humano e da sua actividade de poluição. Embora o seu aquecimento elimine estes micróbios, existem alguns que podem assegurar a sua sobrevivência.

Cuidados com os moluscos

Os moluscos são aqueles que mais preocupações lhe deviam causar, já que filtram muita água todos os dias e assim possuem uma maior probabilidade de armazenamento de micróbios do que qualquer um dos outros géneros de marisco.

Cuidados com os bivalves

Os bivalves ou seja, ameijoas, berbigão ou ostras devem estar refrigerados, com toalhas humedecidas e limpas, num recipiente aberto, e a sua conservação varia entre os 4 e os 7 dias. Aqueles que morrerem devem ser retirados e vá sempre tendo em atenção aos cheiros que possam deitar. O importante é mantê-los sempre frios.

Sempre que for comprar um marisco ou molusco repare com atenção nas guelras para ver se ainda estão bem vivas, na sua consistência, se a pele ainda possui escamas e, principalmente, tenha em atenção ao cheiro.

O peixe ou o molusco deve ainda trazer um leve aroma a maresia, e qualquer outro tipo de cheiro é logo um sinónimo de que não deve trazer esse animal marinho.

Uma boa mariscada no Verão é apreciada por qualquer pessoa, mas se a for comer fora, numa cervejaria por exemplo, certifique-se do aspecto do marisco e só depois o digira.

Se optar por comprar e cozinhá-lo em casa não se esqueça dos nossos conselhos. Aproveite, mas tenha atenção pois há mariscos e marisco…

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 3]