Chá, Café ou… sumo?

0
1681

O café é um estimulante e como tal coloca o organismo debaixo de uma certa tensão.  Há pessoas que, a certas horas do dia, em vez de comerem tomam café.

Há pessoas que bebem cinco ou seis cafés por dia ou até mais. A pessoa que insiste em tomar café deve tomar dois cafés por dia, no máximo três. Se tem dificuldade em dormir deve tomar o seu último café à hora do almoço ou, pelo menos não depois das quatro ou das cinco da tarde. O café contém cafeína, que é um estimulante, e aumenta o seu nível de açúcar no sangue imediatamente, fazendo com que a pessoa se sinta melhor e, às vezes. Até sem fome. Mas o café não alimenta o nosso organismo, e o nível de açúcar no sangue diminuirá muito pouco tempo depois. Assim, a pessoa pode sentir-se novamente sem energia ou a precisar comer ou de outro café

Muitas pessoas apressam-se a comer um bolo, ou bolachas ou até a beber mais um café e, em qualquer dos casos, o processo acima referido repetir-se-á. Pode também acontecer que as mãos tremam ou que a pessoa se sinta mais irritada ou ansiosa, e que até tenha dificuldade em concentrar-se.

O café é um estimulante e como tal coloca o organismo debaixo de uma certa tensão. Há pessoas que, a certas horas do dia, em vez de comerem tomam café.

Fazem-no ao pequeno almoço, quando têm fome a meio da manhã, às vezes ainda antes do almoço e voltam a fazê-lo várias vezes durante a tarde. Dizem: “Ah, eu fico bem só com um café”. Conforme já vimos ficam bem naquele momento mas continuam mal alimentadas e a exigirem ao seu organismo que continue a funcionar. É evidente que isto não saudável e que até pode ser perigoso. De certo tratam melhor o seu carro, pois se a luz indicadora que o nível de óleo está baixo se acender, param prontamente para ver o que se passa, metem óleo e vêm se existe algum outro problema. Lógico seria pois que tratassem o seu corpo pelo menos com o mesmo cuidado.

O sumo de laranja natural acabado de fazer é um bom substituto para o café. Isto porque faz o nível e açúcar no sangue subir também muito rapidamente mas, por outro lado, este não desce abruptamente pouco depois como acontece quando se toma café. Além disso o sumo de laranja alimenta e dá, por isso, mais energia. Mas para tal, o sumo de fruta deve ser acabado de fazer. Isto porque o sumo uma vez em contacto com o ar começa a oxidar-se e perde muito rapidamente as suas propriedades. O sumo de laranja natural feito há dez minutos já perdeu grande parte da vitamina C por exemplo.

Beber muito café é contraproducente para quem quer emagrecer pois as oscilações periódicas que provoca no nível de açúcar no sangue acaba por fazer com que a pessoa sinta mais fome, ou vontade de comer. Como o nível de açúcar se encontra muito baixo a pessoa tem tendência a recorrer a chocolates, bolos ou bolachas, em suma, a qualquer alimento doce, para que o nível de açúcar suba rapidamente. Outras pessoas têm mais vontade de comer pão, com qualquer coisa, ou uma empada ou um rissol ou até frutos secos.

Os alimentos com açúcar e/ou com farinha branca (refinada), por sua vez também provocam oscilações do nível de açúcar no sangue, o que faz com que a pessoa às vezes tenha necessidade de comer mais até o nível de açúcar estabilizar novamente. Assim, a pessoa pode aumentar facilmente de peso porque aqueles alimentos têm bastante calorias, devendo uns serem evitados enquanto se emagrece e os outros comidos com moderação.

Para além de tudo isto se a pessoa toma café em vez de se alimentar, quando vai finalmente comer acaba, com frequência, por comer demais ou porque tem fome ou porque está mal alimentada. E, como sabemos quando se come demais, aquilo que não é consumido para produzir energia acaba por ser transformado em gordura que se acumula no nosso organismo. É caso para dizermos que, afinal, “só um café” não chega.

Há quem não tome café mas sim chá (chá preto).

O consumo de chá também deve ser reduzido e não se deve beber mais do que duas ou três chávenas por dia.

O chá contém teína, que é um estimulante semelhante à cafeína. Certas pessoas dizem que se sentem mais excitadas quando tomam chá do que quando bebem café. Em vez de chá é mais saudável beber infusões (ou tisanas) de plantas ou de frutos pois não contêm chá preto. Por exemplo, o chá de camomila da Lipton tem chá preto misturado. Masa Lipton tem uma outra marca, a Secret Gardens, que não contém chá preto e tem uma grande variedade de infusões. Fruisanes também é outra boa marca de infusões que tem uma grande variedade assim como a Tetley.

Por isso se aprecia uma bebida quente prefira as infusões pois não contêm praticamente calorias, são agradáveis e também são uma boa forma de completar uma refeição, ou de complementar um lanche ou ainda de aumentar a quantidade de líquidos que se bebe durante o dia.

Se a pessoa substituir os cafés que toma a mais (em vez do pequeno almoço ou de snacks)por comida nutritiva – tal como fruta, iogurtes ou até umas tostas com queijo magro – em breve necessitará de tomar menos café (ou chá) porque, ao alimentar-se melhor, sente-se com mais energia, menos dores de cabeça, mais capacidade para trabalhar, menos dificuldade em concentrar-se, mais paciência, enfim, um sem número de melhoras. Experimente e veja a diferença! Se necessitar estamos cá para a ajudar.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]