Droga da modernidade: o tabaco e o acto de fumar

1418
Droga da modernidade: o tabaco e o acto de fumar
Droga da modernidade: o tabaco e o acto de fumar

Fumar já deixou de ser uma moda entre nós. Hoje, fumar tabaco é uma verdadeira epidemia, que se instalou na nossa sociedade, sem olhar a condições sociais ou sexos. Frequentemente encontram-se pessoas a fumar em qualquer local, sem qualquer pudor ou complexos. A droga da modernidade, parece ter o seu fim muito longe…

A conotação dada a outro tipo de drogas, como as drogas pesadas ou o álcool, é bem diferente daquela que é dada ao acto de fumar. Assim, deixar de fumar é bem mais complicado do que se pensa até porque, é visto como algo normal e habitual na nossa sociedade.

Os jovens e o tabaco

Os jovens começam desde muito cedo a fumar. Muitos deles são impulsionados e influenciados pelos mais velhos, mas outros apenas querem seguir os exemplos dos pais. Normalmente, quando se começa a fumar é porque o grupo todo de amigos também fuma, ou então as crianças são movidas pelo facto de verem os pais a fumar e também querem experimentar.

Em Portugal, começa-se a fumar cada vez mais cedo. O acesso ao tabaco é fácil, e quando se quer alertar os filhos para este malefício, já eles fumam regularmente há muito tempo. Ainda se julga que estão a brincar inocentemente com as suas bonecas ou com os carrinhos, e já eles estão escondidos num qualquer beco a fumar um cigarro com os amigos.

Prevenir os filhos é importante, mas o dificil é saber qual a altura exacta para se iniciar a processo da prevenção. Se você fuma, tente dar o exemplo ao seu filho para que deixe de fumar o mais rapidamente possivel. Mesmo que o tente proibir ele, ao vê-lo fumar, julga-se no direito de fazer a mesma coisa.

O vício de fumar

Por isso, se é um fumador tente deixar esse vício, para não induzir o seu filho no mesmo erro que o seu. Ainda que os pais nunca tenham tocado num cigarro, podem vir a ter a amarga decepção de descobrir que o seu filho fuma. Tente falar com ele calmamente e mostrar-lhe todos os problemas que o tabaco arrasta.

Se quiser agir com ele do tipo inquisição, nada tem a ganhar com essa atitude pois é logo meio caminho andado, para que o “fruto apetecido” seja duplamente trincado. Porém, nem sempre fumar tem a ver com questões de ser aceite por um determinado grupo ou pessoas. Quando se é mais velho pode-se começar a fumar devido à acumulação de stress, que o cigarro parece conseguir fazer diminuir.

A vida agitada que muitas pessoas protagonizam, leva-as a fumar em demasia como se o cigarro as acalmasse em momentos de pressão ou de ansiedade. Tente introduzir no seu filho e em si mesmo, que fumar estraga a pele e faz com que os dentes fiquem extremamente amarelos, não favorecendo em nada a sua imagem. Se tiver uma filha melhor ainda: diga-lhe que os rapazes odeiam raparigas que fumam e que dentro em breve, ela será uma pequena mancha amarela.

Prevenção do tabagismo

Caso não consiga prevenir os seus filhos a tempo, tente falar com eles abertamente, explicando-lhes que o cigarro em nada torna um jovem num adulto. Se o seu filho for do sexo masculino, alerte-o para o facto do tabaco prejudicar a sua actividade sexual. Preocupados com os rapazes são com estas coisas, certamente que pensará duas vezes antes de acender um cigarro.

O importante é pensar na sua saúde e na do seu filho. Acabe de uma vez com esse vício, para que o seu filho não lhe possa seguir as pegadas. Esqueça os motivos que um dia a levaram a fumar o primeiro cigarro e pelo seu bem, do seu filho e das pessoas que estão ao seu redor, deixe de fumar. Para começar, pode começar por deitar fora esse maço de tabaco, que está aí ao seu lado..

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]