Uma dieta saudável antes do Natal, ajuda com certeza

1919
Costuma engordar dois ou três quilos na época do Natal? Tem receio que isto se repita, mais uma vez, este ano? Então não fique de braços cruzados, inicie agora mesmo uma dieta saudável antes do Natal.
Costuma engordar dois ou três quilos na época do Natal? Tem receio que isto se repita, mais uma vez, este ano? Então não fique de braços cruzados, inicie agora mesmo uma dieta saudável antes do Natal.

Costuma engordar dois ou três quilos na época do Natal? Tem receio que isto se repita, mais uma vez, este ano? Então não fique de braços cruzados, inicie agora mesmo uma dieta saudável antes do Natal.

Uma dieta saudável antes do Natal

Não se esqueça de que: “Quando existe um problema também existe uma solução.” Esta pode não ser evidente mas, se procurarmos, ela está lá, como se à nossa espera, para a encontramos.Em primeiro lugar saiba que é a única pessoa a quem isto acontece.

A maior parte das pessoas aumentam de peso no Natal e algumas também no Verão. Por isso, não deixe que a tristeza e a angustia se apoderem de si, pois não conduzem a nada de benéfico.

Quanto muito levam-na à cozinha, ou à pastelaria, para comer um salgado ou um bolo e, a seguir, se sentir mais frustrada e aborrecida consigo própria. Não caia neste engodo. É mais construtivo admitir que está irritada com a situação e decidir que a quer mudar.

A comida é, realmente, um pau de dois bicos. Pode dar-nos energia e boa disposição ou fazer-nos sentir cansados, enfartados e mal dispostos. A escolha, como em tudo na vida, é sua. Necessário é saber escolher.

Para isso temos que estar informados e conseguir aplicar a informação ao nosso próprio caso, o que nem sempre é fácil. Como se costuma dizer: “Com o mal dos outros posso eu bem.”

Na realidade é frequentemente mais fácil ajudarmos os outros do que a nós próprios. Estamos demasiado envolvidos, nem sempre conseguimos ser objectivos, e num instante arranjamos desculpas para não fazermos o que devemos.

Como escolher o pão

Por exemplo, quantas pessoas não sabem que o pão de mistura, de cinco cereais ou tipo Mafra é melhor do que o pão branco? E, no entanto, continuam a comer pão branco – feito só com farinha refinada.

Porquê? “Porque me apetece…”, “Porque é só hoje…”, “Porque os miúdos gostam…”.Sabemos que o pão que não é só fabricado com farinha branca também é muito saboroso, alimenta mais e sacia a fome durante mais tempo. Claro que isto não quer dizer que, de vez enquanto, não se coma pão branco, porque sabe bem ou porque apetece.

É com agrado que vejo que encontramos, também em Portugal, uma variedade maior de pão, seja nas padarias, nos supermercados ou nas mercearias. Permite-nos escolher o pão de acordo com o que vamos comer. Por exemplo o paladar dos queijos de sabor mais forte, ou mais picante, combina bem com o pão de centeio.

O queijo fresco fica muito bom com broa de milho. Por isso aproveite a diversidade da oferta e compre vários tipos de pão, uma bola de mistura, outra de Mafra, um pãozinho integral para torrar, um de três (cinco ou sete) cereais, uma chapata, uma carcaça.

Corte-os às metades, ou às fatias, e deixe a sua família regalar-se a saborear os paladares e as texturas diferentes. Mastigue bem o pão e sinta o seu sabor transformar-se e crescer na sua boca; descobrirá como uma simples fatia de pão é incrivelmente saborosa.

Não se esqueça que o pão completo – que é fabricado com farinha branca e farinha completa ou integral – tem mais fibra (o que facilita o trânsito intestinal) e mais vitaminas e minerais (que ajudam a regularizar o funcionamento das células, e defendem o nosso organismo do stress e das doenças).

Como escolher os cereais de pequeno almoço

O mesmo se passa com os cereais. Os preferidos são frequentemente os refinados – que já perderam grande parte das suas qualidades – cheios de açúcar, mel ou chocolate.

Prefira os que são preparados com cereais integrais, em pequenas partículas para que sejam fáceis de mastigar, com ou sem frutos secos. Mastigue-os bem e saboreie a verdadeira riqueza da natureza.

Por exemplo, coloque numa tigela umas colheres de flocos de aveia integral (partículas pequenas, não as grandes que parecem comida de papagaio), leite magro, casca de limão e canela, e deixe repousar durante a noite.

Os flocos absorvem o leite ficando moles e muito saborosos. Se quer pode adicionar um pouco de açúcar amarelo, mel ou geleia de maçã que é um óptimo adoçante. Coma ao pequeno almoço, no dia seguinte, frio ou aqueça ligeiramente (sem ferver para não destruir os minerais e as vitaminas).

Outra sugestão para quem prefere os cereais com iogurte é misturar uma colher de sopa de flocos de aveia integral com iogurte magro natural e meia maçã aos bocados ou ralada, não precisa de adicionar açúcar. Pode fazer a receita a dobrar claro.

Ficará admirada como qualquer destes pequenos almoços é bem saboroso, muito mais económico e a mantêm bem alimentada durante várias horas. É que os cereais integrais têm mais fibra, mais vitaminas e minerais dos que os cereais refinados.

Na minha opinião, muitas pessoas preferem os cereais refinados apenas porque desconhecem como preparar os integrais de forma a ficarem com a boca cheia de sabores deliciosos quando os comem.

Aprenda os segredos de uma dieta saudável antes do Natal, e repleta de sabor, e a fazer as escolhas certas. Desta forma pode tirar o máximo benefício, e prazer, do que come.

Bom Natal para si e para a sua família!

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]