Como combater as borbulhas durante a adolescência

5465
Como combater as borbulhas durante a adolescência
Como combater as borbulhas durante a adolescência

As borbulhas são uma das características principais da Adolescência. O excesso de oleosidade faz adivinhar que a puberdade chegou, e que um novo ciclo da vida marca o seu início.

As borbulhas durante a adolescência

A adolescência ou puberdade é marcada por um conjunto de alterações físicas e psicológicas no corpo do homem e da mulher. Se existem coisas às quais o ser humano é alheio, existem outras que podem ser tratadas e remendadas devidamente.

Excesso de glândulas sebáceas

As glândulas sebáceas são produzidas em maior quantidade, e a pele e os cabelos revelam um maior oleosidade que, até aqui, não tinha sido constatada.

O facto de ter a pele exageradamente oleosa nesta idade não revela nenhum problema de maior, até porque é uma situação normal pela qual todos os jovens, independentemente do sexo, são obrigados a passar. Todavia, podem ser tomadas determinadas precauções para evitar uma progressão do problema ou, pelo menos, para o conseguir travar.

O acne juvenil

As borbulhas, sendo habitualmente conhecidas por Acne, atacam os jovens a partir dos 20 anos e que têm tendência a desaparecer após os 25 anos de idade.

Contudo, e se o Acne não for devidamente tratado, poderá mais tarde deixar marcas bem visíveis na pele. As cicatrizes e as marcas deixadas pelo Acne podem ser devidamente remediadas, caso se optem por tratamentos eficazes e que persistam no tempo.

De facto, a gordura é expelida dos poros para a superfície da pele e aí reside durante muito tempo, para protegê-la das agressões exteriores.

Os pontos negros

O sebo fica instalado na pele e, é a partir deste, que vislumbramos peles com muita luminosidade derivadas da acumulação de gordura. Juntamente com a poluição a que estamos sujeitos, a pele começa a ficar repleta de sujidade o que acaba por originar os tão populares pontos negros, também eles típicos desta fase.

A formação das borbulhas

Está assim criado o ambiente ideal para a proliferação das bactérias e, como o organismo precisa de se defender, surgem na pele as ditas e incomodativas borbulhas.

Nesta fase, há jovens que entram de imediato em pânico, mas há os outros que, estando já esclarecidos acerca do assunto, acabam por nem sequer ligar muito, certos de que com o tempo as borbulhas passarão de vez. Ambas as situações são erradas.

Deve consultar um dermatologista para que este lhe indique um tratamento adequado ao seu tipo de pele, tendo em conta a sua idade e o grau de gravidade do acne. Mas, saiba já que qualquer tratamento necessita de um período para que lhe sejam diagnosticados resultados.

O calor e o acne

Na altura do Verão, o sol costuma fazer bem ao Acne em certos casos, mas existem outros cujos efeitos do Acne, apenas pioram a situação. Para ter a certeza dos efeitos do sol na sua pele, nada melhor do que consultar o seu dermatologista.

Aproveite e faça também uma alimentação adequada, sem cair em excessos e com muitas verduras a compô-la. Quando passar as mãos pela cara, tenha sempre o cuidado de as lavar para não levar sujidade consigo para a pele do rosto.

Todos os produtos que utilize, quer sejam cosméticos ou ou outro tipo de cremes, não devem possuir óleo que é para não ficar com a pele ainda mais oleosa, nem obstruir em demasia os poros.

A utopia de que passar o rosto por água muitas vezes ao dia é bom para o acne, está totalmente fora de questão. Deve lavá-lo normalmente e sem cair em exagero, porque senão a pele tem tendência a produzir ainda mais gordura.

O Acne é um problema comum a todos, mas o seu desaparecimento ou as marcas visíveis no futuro, dependem exclusivamente de si e do tratamento que lhe dá. Se está a passar por esta fase, consulte já um dermatologista e informe-se sobre o tipo de tratamento que melhor atuará no combate a essas irritantes borbulhas.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]