Perdas de sangue, pode ser sinal que algo não está bem

27002
Perdas de sangue, pode ser sinal que algo não está bem
Perdas de sangue, pode ser sinal que algo não está bem

As perdas de sangue, numa fase em que não é suposto estar menstruada, pode ser o indício que algo não está a correr como era suposto. Ir ao ginecologista é o que deve fazer de imediato.

A menstruação

Habitualmente está menstruada apenas uma vez por mês, ou pelo menos este é o procedimento normal. Mas, muitas mulheres acabam por ter perdas de sangue em alturas inesperadas e, o que elas julgam ser o período, vem mais que uma vez por mês.

Esta situação não é nada normal e pode ser reveladora de que existe algum problema, porque o que sucede não é o aparecimento do período mas sim de perdas de sangue.
Consoante os casos, estas perdas de sangue têm, à partida, uma explicação aparente e fundamentada.

Quando as mulheres têm o chamado DIU (dispositivo intra-uterino) os períodos da menstruação têm uma maior duração e é normal que sejam mais abundantes. Após o tempo habitual de menstruação a mulher pode começar a perder sangue.

Estas perdas sanguíneas acontecem porque a mucosa interina não aceita o dispositivo, ou então devido ao aparecimento de uma infecção. Podem também ser causadas por causa de uma gravidez intra-uterina, embora em qualquer dos casos deva ser imediatamente analisada pelo médico.

As perdas de sangue

As perdas de sangue podem acontecer em qualquer idade, em mulheres jovens, grávidas ou mesmo depois dos 40 anos de idade. Em cada um dos casos os motivos são distintos e apresentam diferentes razões.

Numa mulher que tome uma pilula de dosagem fraca é normal que aconteçam perdas de sangue no meio do período menstrual, mas se a situação começar a ser frequente consulte o seu médico.

Por vezes, as perdas de sangue são apenas questões do ordem psicológica, excesso de stress, falta de descanso que acabam por perturbar a ordem natural do seu ciclo menstrual. Todavia, um diagnóstico e um exame é sempre positivo, pois a perda de sangue pode esconder algum problema de maior.

Se para além das perdas sanguíneas tiver ainda febres e dores, isto é um sinal mais que evidente que necessita de analisar minuciosamente o que se passa consigo.

Durante a gravidez

Quando as perdas de sangue acontecem durante a gravidez, normalmente é um indício de um aborto ou de uma gravidez extra uterina. A intervenção imediata e a comunicação ao médico do seu estado é algo imperativo.

Pode ser que apenas se verifiquem estas perdas por um motivo sem muita importância, mas de qualquer forma contacte sempre o médico. Ás vezes a medicação é suficiente, mas em outros casos a cirurgia é mesmo necessária.

Para as mais jovens as idas ao ginecologista são fulcrais. Isto porque na puberdade ou no início da fase adulta se podem detectar pequenos problemas. Assim, estes são logo diagnosticados e o seu tratamento torna-se muito mais fácil.

Mas, se após as relações sexuais começar a detectar perdas de sangue, em alturas em que não era suposto estar menstruada, isto pode ser um indício do começo de cancro no colo do útero.

A partir dos 40 anos ou já na fase da menopausa, as perdas de sangue inesperadas e irregulares constituem também alguma preocupação para as mulheres. Em qualquer idade pode surgir algum problema, que só com um acompanhamento permanente poderá ser diagnosticado.

Consulte o médico

Não ignore essas situações de perda de sangue e vá ao médico quanto antes, independentemente da sua idade.

Classificação
A sua opinião
[Total: 26 Média: 3]