Hormonas, conheça a sua origem e a sua função

13471
Origem das hormonas
Origem das hormonas

O hipotálamo é o centro de controlo das hormonas mas existem sete glândulas fundamentais para a produção de hormonas. Vamos conhecer o hipotálamo melhor.

As hormonas

O Hipotálamo

O hipotálamo é um importante centro de controlo que coordena a função do sistema nervoso e do sistema endócrino em todo o organismo e é mesmo capaz de converter os sinais nervosos em sinais hormonais. Recebe a informação recebida através de diferentes estímulos exteriores e internos e após a análise dos dados envia indicação, através da hipófise, sobre a forma como as diferentes glândulas devem reagir.

Hipófise

As principais glândulas que regulam as funções do nosso organismo são a hipófise, que pode mesmo ser considerada como a mais importante, com funções de direcção das restantes. Regula e controla a actividade das restantes, segregando hormonas que vão, por sua vez, estimular as supra-renais, a tiróide, as células da pele produtoras de pigmento e as gónadas (os testículos e o ovário).

Cabe-lhe também a segregação das hormonas de crescimento, a antidiurética, a prolactina e a oxitocina.

Tiróide

Uma das mais conhecidas glândulas é a tiróide, responsável por sintetizar as hormonas tiróideas e a calcitonina, encarregues de estimular o metabolismo, a produção do calor e o crescimento ósseo. A tiróide é um dos pontos-chave do sistema endocrinologico do organismo humano.

Situa-se no pescoço e produz as hormonas responsáveis pela intensidade de funcionamento do organismo, que varia consoante a produção de hormonas tiroideias. A intensidade de calor, alguma obesidade ou magreza, entre outras, estão relacionadas com a tiróide.

Paratiróides

Seguem-se as paratiróides que segregam a hormona paratiróidea, responsável pela manutenção dos níveis de cálcio no sangue. O pâncreas segrega a insulina encarregue de controlar o uso da glucose por parte do organismo.

Supra-renais

As glândulas supra-renais produzem a hidrocortisona, que tem vários efeitos sobre o metabolismo. Além desta, produzem ainda androgénios, estrogénios e aldosterona, a última responsável por manter sob controlo a tensão arterial e o equilíbrio hidrossalino do organismo. E claro são as responsáveis pela libertação da famosa adrenalina.

Nos orgãos femininos, as glândulas são de suma importância, que produzem estrogénio e progesterona, hormonas essenciais ao desenvolvimento normal do aparelho sexual feminino e do aparelho reprodutor.

Estrogénio

O estrogénio torna os vasos sanguíneos mais elásticos, estimula-os para que se expandam, permitindo uma boa circulação do sangue e impeçam a acumulação de colesterol nas suas paredes internas. No entanto, com o passar dos anos, as mulheres perdem esses benefícios porque o seu corpo interrompe a fabricação de estrogénio com a menopausa.

Nos homens, a hormona testosterona em conjunto com as gonadotrofinas, estão relacionadas com o desenvolvimento das características masculinas.

Também não se podem ignorar as hormonas sexuais que o corpo liberta por razões genéticas na puberdade e que influenciam nas mudanças de humor. Provavelmente, as conhecidas mudanças de humor dos adolescentes refletem a adaptação do corpo a novas concentrações e combinações de todos esses compostos.

Classificação
A sua opinião
[Total: 2 Média: 3.5]