Identifique os 6 sinais de um cabelo que não está saudável

6195
Identifique os 6 sinais de um cabelo que não está saudável
Identifique os 6 sinais de um cabelo que não está saudável

O cabelo é um dos atributos visuais mais importantes da nossa imagem e, por esse motivo, mantê-Io saudável é um grande desafio.

O principal segredo é não deixarmos que o cabelo se danifique, a fim de não reduzir o potencial de expressão de um cabelo saudável.

Um estudo realizado pelo Oxford Hair Foundation, permitiu identificar 6 sinais de um cabelo que não está saudável: – fraco, sem brilho, seco, difícil de pentear, pontas espigadas e perda de volume, bem como a solução para os combater e prevenir.

A integridade da cutícula do cabelo, a sua capacidade de reter a humidade e a elasticidade são a chave para a saúde do cabelo. Factores como o sol, o vento, a água salgada, o cloro das piscinas, a poluição, as escovagens violentas ou o uso excessivo do secador provocam o desgaste do cabelo.

A estrutura do cabelo:

O cabelo é composto principalmente por duas partes: a cutícula e o córtex.

O revestimento externo, a cutícula, protege o cabelo das agressões exteriores e é constituído por minúsculas células escamosas sobrepostas, que formam uma barreira protectora.

Quando as suas escamas se encontram alinhadas, o cabelo reflecte a luz exterior e o resultado é um cabelo brilhante. Caso contrário, o cabelo encontra-se danificado e o seu aspecto é baço, uma vez que as células escamosas da cutícula se encontram desordenadas ou quebradas.

Por debaixo da cutícula encontra-se o córtex, constituído por fibras de proteína, onde reside a elasticidade, a cor e a força do cabelo.

Quando as células escamosas da cutícula se encontram danificadas o córtex fica exposto às agressões do exterior e, em consequência, o cabelo torna-se fraco, sem brilho, seco, difícil de pentear, com pontas espiga das e sem volume.

Os 6 sinais de um cabelo que não está saudável

Fraco

O cabelo desprotegido perde a elasticidade, fica cada vez mais fraco e acaba por se partir. A fragilidade do cabelo resulta da perda de elasticidade na cutícula danificada e significa que o cabelo se tornará quebradiço.

Quando o córtex não está convenientemente protegido, o acto de pentear, ou outros cuidados habituais, criam fricção no cabelo tornando-o mais fraco e mais quebradiço. Uma das causas mais comuns de um cabelo fraco é o excesso de tratamentos químicos (como a coloração, a desfrizagem ou a permanente), ou a sua realização inadequada (quando os produtos químicos permanecem no cabelo mais tempo do que aquele recomendado).

Sem Brilho

O cabelo áspero fica sem brilho porque a luz não se reflecte nele de forma regular. Se a cutícula estiver em boas condições, as suas células escamosas, perfeitamente alinhadas, reflectem a luz e o cabelo brilhará. Quando o cabelo está danificado, a sua superfície torna-se áspera e, como tal, perde o brilho.

Seco

O cabelo fica seco ou áspero quando perde a água que existe no seu interior. A secura do cabelo é provocada pela cutícula danificada. As suas células escamosas desalinhadas, erguem-se ou quebram, deixando o cabelo perder a sua hidratação natural. Os ambientes excessivamente secos, bem como o uso intenso do secador podem acelerar este processo

Difícil de Pentear

O cabelo sem água e sem elasticidade fica rugoso ou com electricidade estática que o tornam difícil de pentear. Quando se torna difícil pentear o cabelo é um sintoma de que se encontra em más condições há algum tempo Um cabelo com a cutícula danificada torna-se inevitavelmente poroso e, como tal, o seu penteado é difícil de manter devido à perda de hidratação e de elasticidade.

Um cabelo em más condições faz uma rápida absorção dos tratamentos químicos, pelo que há que ter um cuidado redobrado na sua hidratação.

Pontas Espigadas

Quando o cabelo está muito danificado, o seu interior fica exposto acabando por se partir e formar pontas espigadas.

As pontas espigadas são o resultado de um cabelo que está desprotegido devido ao mau estado das cutículas. Como consequência, o córtex começa a fragmentar-se nas pontas.

Perda de Volume

O cabelo poroso perde ou ganha água com muita facilidade, o que altera o seu peso, deixando-o sem volume. Um cabelo sem volume deve-se à sua porosidade e falta de elasticidade.

Um cabelo poroso seca com muita facilidade, mas também pode absorver muita humidade, dependendo do ambiente que o envolve, o que interfere no seu volume, podendo torná-lo pesado e manifestar electricidade estática.

Prevenir é melhor do que remediar. Os danos no cabelo podem ser reduzidos e a integridade da cutícula pode ser mantida com o uso efectivo de agentes condicionadores.

A utilização do condicionador, ao proteger a cutícula do cabelo, permite-Ihe ser penteado, escovado ou desembaraçado com menos esforço e dificuldade, uma vez que reduz a fricção dos seus fios. Utilizado com frequência regular, o condicionador ajuda a recuperar o brilho e o volume.

Num cabelo que se encontra saudável, a utilização regular do condicionador previne o aparecimento dos seis sinais de um cabelo que não está saudável.

Conselhos para prevenir os seis sinais de um cabelo que não está saudável:

  • Lave o cabelo regularmente com um champo de boa qualidade e aplique sempre o condicionador. Evite o excesso de tratamentos químicos. Se costuma fazer coloração em casa, siga com rigor as instruções do fabricante
  • Evite o excesso de exposição solar – Lave o cabelo e aplique o condicionador sempre após um banho de mar ou de piscina.
  • Sempre que necessário, utilize o secador à temperatura média e mantenha-o em constante movimento.
  • A melhor forma de evitar que o cabelo comprido se embarace demasiado durante a lavagem, é fazê-Io com a cabeça para trás (tal como no cabeleireiro ou no duche).
  • – Ao aplicar o condicionador num cabelo comprido é aconselhável desembaraçá-Io com um pente largo antes de o enxaguar. Assim facilita a distribuição do condicionador pelo cabelo e torna mais fácil desembaraçá-Io após a lavagem
  • Todos os cabelos descolorados, pintados, desfrizados ou permanentados sofreram uma ligeira alteração na sua estrutura, pelo que o uso do condicionador é absolutamente imprescindível.
  • Um cabelo curto, sem quaisquer tratamentos químicos, também necessita do uso do condicionador para que se mantenha em boas condições e possa crescer saudável O uso regular de condicionadores é a chave para restaurar ou manter um cabelo saudável.
  • A importância dos condicionadores no combate aos seis sinais de um cabelo que não está saudável. Para a conquista e manutenção de um cabelo saudável. Ao longo de um dia o nosso cabelo está sujeito a várias agressões, sejam elas do meio ambiente ou impostas por nós próprios.

Não há dúvida de que as condições atmosféricas ou a poluição podem influir negativamente no nosso cabelo. Porém, diversas causas de um cabelo que não está saudável têm origem na rotina dos cuidados que habitualmente lhe damos.

Para melhor o entendermos, vejamos o que é um cabelo. O nosso cabelo é composto fundamentalmente por proteína e deve ser forte e flexível. É constituído por uma parte central de fibras de proteína, o cóltex, protegida por um revestimento, a cutícula.

A cutícula é formada por minúsculas células escamosas sobrepostas, organizadas como as telhas num telhado, e previne o córtex de ser agredido pelo exterior. O papel da cutícula é de extrema importância ao proteger o córtex, onde reside a força física do cabelo.

Qualquer dano no córtex terá como inevitável consequência a quebra do cabelo ou a formação de pontas espigadas.

Quando o cabelo emerge do couro cabeludo, a cutícula apresenta-se em boas condições, pois as suas células escamosas encontram-se perfeitamente ordenadas, tornando-se numa formidável barreira contra as agressões exteriores.

No entanto, à medida que o cabelo vai crescendo a cutícula tende a deteriorar-se e as suas células escamosas começam a desalinhar-se, erguendo-se ou até quebrando.

O dano no cabelo pode ser fisicamente acelerado pela forma como o tratamos. Pentear ou escovar o cabelo é um gesto diário na nossa higiene e, contudo, pode tornar-se agressivo. Outros procedimentos cosméticos, tais como a utilização do secador, a permanente, a desfrizagem ou ainda a coloração intensificam os danos na cutícula.

Quando um cabelo não está saudável, a sua vulnerabilidade torna-se difícil de camuflar. Estes sinais acima identificados podem ser combatidos e, acima de tudo prevenidos, com a utilização regular de um Condicionadores.

O principal papel do condicionador é o de “selar” a cutícula do cabelo e proteger o córtex no seu interior, equilibrando o nível de hidratação e reduzindo a electricidade estática.

Os condicionadores contêm na sua formulação agentes, cujas áreas com carga positiva são eficazmente atraídas para as áreas danificadas do cabelo (com carga negativa), onde desempenham um papel hidratante e reduzem a electricidade estática.

Outros ingredientes depositam-se ao longo da superfície do cabelo, “selando” as células escamosas da cutícula, protegendo assim o córtex das agressões exteriores. A superfície do cabelo torna-se mais homogénea, reforçando o brilho e o aspecto natural.

Classificação
A sua opinião
[Total: 3 Média: 3.7]