Dermatite, mais conhecida como as escamas corporais

1506
Dermatite
Dermatite

A pele do corpo necessita de cuidados e isto, já é certo e sabido. No entanto, por mais que se trate da mesma, aparecem pequenas imperfeições na pele para as quais não se consegue encontrar explicações plausíveis. Estamos a falar-lhe de pequenas escamações que surgem na pele e que dão pelo nome de dermatite.

Causas da dermatite

É comum aparecerem na sua pele, manchas avermelhadas, borbulhas ou determinadas tipos de alergias, que originam problemas na saúde da sua pele conferindo-lhe um aspecto menos aceitável.

Á partida, estas alergias surgem devido ao contacto que se tem com determinados materiais, mas a sua origem pode mesmo derivar de um qualquer problema interno.

A chamada dermatite, é normalmente uma reacção que a pele produz quando está em contacto com um material ou substância específica.

Assim, a dermatite varia consoante os materiais que proporcionam a inflamação, bem como pode resultar de uma reação imunológica a um certo alergénio. Frequentemente, as substâncias que causam irritações são os sabões, detergentes, tintas ou dissolventes.

Dermatite de contacto

Numa dermatite de contacto, o que tem a fazer é não colocar a sua pele em contacto com os agentes provocadores de tamanhas alergias. O mesmo acontece quando se é alérgico a um qualquer antibiótico ou medicamento, que em tantos casos provocam reacções secundárias menos desejáveis.

Se o seu problema reside numa destas alergias, convém descobrir quanto antes de onde provém o problema.

As alergias de contacto decorrem em muitas situações do contacto da pele com o níquel dos botões dos jeans ou de brincos, pulseiras, relógios, verniz para as unhas, tintas para pintar o cabelo, nylons ou mesmo produtos de maquilhagem.

Substâncias como colas, madeiras, látex dos preservativos ou das luvas cirúrgicas, são outro dos factores que promovem o aparecimento de alergias e de escamações na pele.

As escamações na pele mais intensas, são rotuladas em linguagem dermatológica por seborreica. Aqui, o caso é bem mais grave do que apenas evitar o contacto da pele com o agente causador da infeção.

Medicamentos podem ser tomados e aplicados sobre este problema de escamação da pele, mas nunca se fica devidamente curado.

O que acontece é que a comichão exagerada, produz efeitos negativos pois a pessoa tem sempre tendência para coçar, piorando desta forma a situação.

Este tipo de escamagem da pele acontece com muita frequência, mas a sua cura ainda não foi encontrada. De início surge uma vermelhidão e, devido à produção em excesso das glândulas sebáceas de gordura, a escamação da pele vai surgindo aos poucos.

Contudo, pode tentar controlar a situação não só com os medicamentos e pomadas devidas, mas também com alguns cuidados na alimentação como é o caso de evitar ingerir alimentos gordos, álcool e reduzir o consumo de condimentos muito intensos e pesados.

Quando esta escamação surge pode ser muito intensa, variando a sua extensão relativamente ao cuidado que se tem. A seborreica pode localizar-se apenas num local específico do corpo, como também pode ocorrer em várias zonas: testa, sobrancelhas, nariz, chegando em casos mais raros ao peito.

Acontece também que esta doença, apenas atinja o couro cabeludo, e nesses casos a da agradabilidade do problema não é tão ampla.

Ainda assim, continue a tratar da sua pele como fazia anteriormente para que o problema não se alastre ainda mais e tome proporções de difícil controle. Embora o problema não tenha cura, quem sabe o que os avanços da medicina reservam para o ser humano nos próximos tempos…

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]