Nova terapêutica para o tratamento da Hepatite C

1294
Tratamento para hepatite c
Tratamento para hepatite c

O FDA aprovou uma nova combinação terapêutica para o tratamento da Hepatice C. Chegou-se á conclusão que, doses semanais de interferão peguilado são mais convincentes para o doente.

A Food and Drug Administration (FDA), o organismo norte-americano que regula a aprovação de novos medicamentos, deu recentemente o seu aval para comercialização de uma nova terapia combinada para tratamento da Hepatite C crónica, em indivíduos com doença do fígado compensada, sem tratamento prévio com interferão.

A nova combinação, produzida pela Schering-Plough, integra a ribavirina*, em cápsulas, e o peginterferão alfa 2b*, em injecções semanais, e é a primeira opção terapêutica baseada em interferão peguilado a receber aprovação nos Estados Unidos.

De acordo com John G. McHutchinson, da divisão de Gastrenterologia e Hepatologia da Scripps Clinic and Research Foundation, em La Jolla, California, “a terapêutica agora aprovada vem trazer uma nova esperança aos mais de 4 milhões de americanos que sofrem de hepatite C, pois trata-se de uma opção de tratamento que nos permite erradicar o vírus para níveis não detetáveis na maioria dos doentes. Ao mesmo tempo, a aplicação semanal única do peginterferão é muito mais cómoda para o doente que as três doses por semana do interferão tradicional”.

“Na última década, a Schering-Plough alcançou marcos importantes no tratamento da hepatite C, um problema grave de saúde pública nos Estados Unidos”, afirmou Richard W. Zahn, presidente dos Laboratórios Schering. “não havia terapias aprovadas para combater a doença. Com a aprovação da terapia combinada de ribavirina e peginterferão, os médicos dispõem de uma opção terapêutica melhorada e que se afirma mais conveniente para o doente,” acrescentou ainda este responsável.

Na União Europeia, a terapia combinada de ribavirina e peginterferão recebeu autorização de comercialização do EMEA (Agência Europeia para Avaliação de Medicamentos) em Março deste ano, quer para tratamento de doentes com hepatite C, sem tratamento prévio, quer para os casos de recidiva.

Em Portugal, o Infarmed já concedeu a autorização de comercialização do peginterferão. A ribavirina recebeu recentemente a comparticipação a 100%, sendo distribuída gratuitamente nas farmácias hospitalares. Até porque, estima-se que cerca de 4 milhões de americanos estejam infectados com o vírus da hepatite C.

Segundo dados dos Centros para Controlo e Prevenção de Doenças norte-americanos, cerca de 70% dos doentes com o vírus da hepatite C irão desenvolver doenças hepáticas crónicas, sendo a hepatite C a principal causa de transplantes do fígado.

A Hepatite C doença contribui anualmente para a morte de oito a dez mil indivíduos e, segundo algumas previsões, estes dados poderão triplicar até ao ano 2010.

Um estudo publicado no American Journal of Public Health afirma que os gastos com tratamentos médicos relacionados com a hepatite C serão na ordem dos 13 biliões de dólares entre 2010 e 2019.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]