Deixe de ressonar e tenha uma noite de sono descansada

7967
Deixe de ressonar e tenha uma noite de sono descansada
Deixe de ressonar e tenha uma noite de sono descansada

Dormir com alguém que ressona perturba muito o descanso da outra pessoa. Por muito que se tente evitar, ressonar não é provocado propositadamente. Este é um problema habitual na população portuguesa…

Ressonar? Eu, nunca…

Ressonar é um dos muitos problemas que afectam os portugueses. Não é provocado propositadamente, e ocorre com mais frequência nos homens que nas mulheres.

Ressonar e a idade

A partir dos 30 anos, esta é uma perturbação que afeta muito os homens e que tem tendência a aumentar com a idade da pessoa. Mais de metade dos homens ressonam a partir da idade referida anteriormente, enquanto que nas mulheres o problema manifesta-se mais tarde e só a uma parte referente a um terço das mesmas.

Ressonar pode ser um verdadeiro problema para as pessoas que dormem na mesma casa, isto se o ressonar for muito intenso e forte, e para a pessoa que divide a cama com o ressonador. Porém, há quem ressone em demasia e outros apenas soltam uma respiração ruidosa, o que acaba sempre por perturbar as restantes pessoas.

Sendo um problema comum a muitas pessoas, o ressonar provoca ruídos perturbadores quase como se ao nosso lado estivesse uma mota ou um automóvel, isto em situações mais graves.

A pessoa que ressona parece estar a dormir um sono profundo, mas na realidade não está, pois o seu sono é mais perturbador que o de outra pessoa qualquer. Assim, o ressonador acaba por se sentir mais cansado que outra pessoa no seu dia a dia, devido à falta de descanso durante a noite.

Se é uma pessoa que ressona fique a saber que, ainda que este problema seja incomodativo, ele não arrasta qualquer situação negativa para a saúde, isto se não surgirem problemas cardíacos alheios ao ressonar.

O que acontece é que quando a língua e a úvula diminuem a abertura que permite o ar circular, provoca os ruídos características do ressonar. O ar passa quando a pessoa está a inspirar, fazendo-o vibrar, soltando depois os ruídos barulhentos a que associamos ao ressonar.

Ter o nariz tapado ou problemas nas amígdalas são outro dos possíveis motivos para a pessoa estar a ressonar em demasia, ou então para dar início somente agora a este problema. Há é que saber se o problema já é antigo ou se só agora se começou a manifestar, pois caso seja provocado por um problema menor de saúde, como uma constipação, o mais certo é passar posteriormente.

Quando se ressona, o ar não está a passar correctamente, o que faz com que a pessoa acorde muitas vezes durante a noite para conseguir respirar melhor. O ritmo cardíaco sofre assim algumas anomalias, o que mais tarde se virá a intensificar caso a pessoa sofra de hipertensão ou seja vítima de algum ataque cardíaco.

As pessoas que ressonam têm, habitualmente, uma maior dificuldade em concentrar-se e é provável que sofram de dores de cabeça ao acordar.

Causas que levam a pessoa a ressonar

A obesidade, fumar e a falta de exercício físico pioram toda esta situação. Os comprimidos para dormir, bem como digerir bebidas alcoólicas, são outra das desvantagens para o ressonar. Tente dormir com uma cabeceira mais alta e durma de barriga para baixo ou para o lado, pois assim o ressonar não será tão intenso.

Se o seu ressonar for muito forte e se todos este cuidados não resultarem, provavelmente terá que usar um pequena máscara, denominada de C-PAP, para que a inspiração do ar no doente se faça de melhor forma. Uma hipótese é também a cirurgia onde, após aconselhamento médico, são removidos alguns músculos.

Preocupe-se com o seu descanso e com o dos que o rodeiam. Faça pequenas tentativas caseiras, como dormir com a cabeça mais alta, para ver se resulta. De qualquer forma, deve sempre consultar um otorrinolaringologista, para se aconselhar e saber o diagnóstico real da sua situação.

Classificação
A sua opinião
[Total: 5 Média: 4]