Medicina integrada é a medicina do futuro

4617
Medicina integrada
Medicina integrada

A medicina Integrada é mais do que a mescla entre a Medicina Oficial/Ocidental/ Cartesiana e a Medicina chamada de “alternativa ou complementar”.

Representa a evolução do pensamento médico e é um reflexo na área da saúde da Expansão da Consciência do Ser Humano no seu processo evolutivo actual.

Conjugar a Medicina Ocidental com a Medicina Tradicional Chinesa e a Medicina Homeopática, significa aliar áreas do conhecimento médico e técnicas terapêuticas optimizadas em benefício do doente.

A Medicina Ocidental é uma Medicina sobretudo curativa, enquanto que a Oriental aposta na prevenção da doença e na manutenção da saúde.

Assim, a Medicina Integrada é a complementaridade, promovendo a saúde, prevenindo a doença, tratando-a nos seus estádios mais iniciais e com um maior leque de métodos diagnósticos e terapêuticos ocidentais por um lado, e orientais não invasivos por outro, apostando em ambos e não desprezando nenhum, em benefício do doente.

A Abordagem Médica Integrada avalia os hábitos e estilo de vida do paciente, dieta, actividade física, stress profissional e familiar, juntamente com os antecedentes pessoais e familiares, tentando entender o contexto e os porquês da condição actual do paciente.

A eficácia desta abordagem está comprovada em vários estudos recentes. A qualidade de vida de doentes cancerosos aumentou consideravelmente quando, para além da quimioterapia e da cirurgia, estes complementaram os seus tratamentos com dietas terapêuticas, homeopatia, fitoterapia, acupunctura, meditação e técnicas de relaxamento.

Em Portugal, a Medicina Integrada é já uma realidade. A Mediplena é pioneira nesta abordagem nas áreas da Pneumologia e da Alergologia. Nesta Clínica de Saúde e Medicina Integrada, a avaliação e aconselhamento médico têm, por um lado, as garantias da Medicina Ocidental e, por outro, os benefícios da Medicina Tradicional Chinesa e da Homeopatia.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]