Quando o Cabelo Começa a Cair

1572

O problema da queda do cabelo é uma das grandes dores de cabeça que afecta muitas pessoas…

Do nada começa a cair cabelo ou então, a queda apenas superficial começa a ser cada vez mais evidente. Este é um problema que afecta homens e mulheres, mas é nestas últimas que o desespero da imagem mais se faz sentir..

A queda do cabelo é algo que ocorre normalmente e que, à partida não suscita motivos para preocupações, desde que a queda de cabelo diária não ultrapasse o número de 50 a 100 cabelos por dia. Todos os meses o cabelo deve crescer cerca de 2 cm, sinónimo de que conserva a vitalidade e que ainda está em perfeitas condições de saúde.

O cabelo tem também um ciclo de vida, tal como todos os seres humanos. Assim, o ciclo de vida do cabelo vai desde os 2 aos 6 anos, ainda que outras condicionantes possam determinar uma redução deste período flexível de vida. Por esse motivo, é que o seu cabelo tem tendência a cair em excesso, sem que já nada possa fazer para remediar a situação.

O cabelo é um das imagens de identidade e de marca da mulher. Por muito bela que uma mulher seja, se o seu cabelo não apresentar as condições mínimas de beleza será logo meio passo para que a sua imagem não atinja a perfeição. Um cabelo saudável deve aparentar o mínimo de volume, leveza, brilho e liberdade, senão parecerá que está sujo ou aparentará ser um monte de palha de aço.

Todavia, por mais produtos que a mulher ou o homem coloque no cabelo, pode acontecer que o problema da queda de cabelo nada tenha a ver com falta de cuidado. Neste caso estamos a falar de problemas hereditários ou alterações hormonais. A adaptação a uma dieta fraca, o administrar de determinados medicamentos ou a fadiga, podem estar também na origem da perda excessiva de cabelo.

As intensas dietas a que por esta altura tanto se recorre, podem também condicionar a queda do cabelo já que este ressente-se e enfraquece aos poucos, com a sua falta de alimentos ricos. Cuidado, ao tomar anti-depressivos ou medicamento para regular a tensão, pois estes nem sempre trazem boas condições ao cabelo. Em situações de stress intenso, febres altas ou doenças graves, é habitual que a queda de cabelo se manifeste como complemento do problema.

Após uma gravidez, é também muito possível que observe uma exagerada queda de cabelo durante dois ou três meses, variando este período consoante a sua sensibilidade. Ainda assim, não tem que se preocupar pois trata-se apenas de uma situação passageira, e sem consequências futuras. Se o problema for hereditário, a situação já será bem mais complicada e só se estabiliza recorrendo a tratamentos ou produtos específicos.

Os problemas hereditários que originam a queda de cabelo, tanto se podem manifestar em homens como em mulheres. Este problema começa a manifestar-se quando estiver perto de atingir os 30 anos e de início, os cabelos que caem são substituídos por outros mais finos. Daí que, as mulheres nem se apercebam desse problema e só o notem, quando começam a sentir falta de cabelo na parte superior da cabeça.

Por sua vez, os homens também sofrem de calvície hereditária, podendo expressar-se sob a forma de falta de cabelo parcial ou total. Há situações onde o cabelo começa a faltar excessivamente, e normalmente prevê-se um problema futuro de falta de cabelo pelas entradas que se vão formando ou pela sua quase inexistência de cabelo na nuca.

Não se pode fugir ao problema, principalmente se a queda de cabelo que tem notado tiver proveniências hereditárias. Informe-se sobre os produtos que estão à venda no mercado farmacêutico, para tentar estabilizar este problema. O máximo que pode fazer é consultar um especialista para se aconselhar e tentar levar uma vida o mais saudável possivel, sem excessos ou abusos.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]