O que são as substâncias ergogénicas

0
2874
Substâncias ergogénicas
Substâncias ergogénicas

Quem nunca ouviu falar de doping? No desporto é mais do que habitual recorrer-se a estas substâncias ilegais para manter a forma. No entanto, conheça melhor as substâncias ergogénicas!

O que são as substâncias ergogénicas

O ‘doping’, vulgarmente conhecido por ser uma quantidade de substâncias que ajudam o organismo a estimular energias rapidamente e activando de imediato os músculos, é algo ainda frequente nos dias de hoje.

As substâncias ergogénicas, bebidas que incluem vitaminas, o excesso de consumo de água, os minerais ou as bebidas isotónicas, são as que permitem ao organismo manter energia, mesmo depois de ter estado a fazer exercício físico.

À medida que se vai fazendo esforço físico perder-se energia, mas as substâncias ergogénicas permitem uma estabilidade do organismo que o mantém sempre em forma. No seio das substâncias ergogénicas encontramos um leque variado de substâncias, umas mais eficazes e imediatas que outras.

Embora nem todas as substâncias sejam consideradas legais, as ergogénicas inscrevem-se no leque daquelas que, além de serem benéficas para o organismo, permitem restabelecer as capacidades físicas. Ao contrário das substâncias ilegais, como é o caso dos anabolizantes, que são substâncias ilegais e apenas usadas para a alta competição no desporto, estas substâncias proporcionam resultados também eles positivos, mas sem consequências para o organismo.

As bebidas isotónicas

As bebidas isotónicas têm-se vindo a revelar ultimamente. É comum encontrarmos este género de bebidas à venda em muitos ginásios, não só naqueles que se destinam apenas à competição, como também nos que são frequentados por pessoas que pretendem manter um corpo em forma. Têm uma função primordial no restabelecimento de energias, não provocam consequências posteriores ou efeitos secundários, e acabam por produzir ao organismo uma boa manutenção.

A água pode também ser considerada uma bebida ergogénica, na medida em que se assume como uma forma para manter o corpo em activo. Durante, nos momentos precedentes, e nos posteriores a fazer exercício físico, deve sempre ter uma garrafa de água por perto.

Caso a pessoa venha a ter sede durante o exercício físico, significa que o corpo está a perder água em demasia o que não é nada positivo.

As vitaminas

As vitaminas são também uma das formas legais para que o seu corpo possa manter-se o mais resistente possível ao esforço físico. Habitualmente, as vitaminas do grupo B são aquelas às quais os desportistas mais recorrem, ainda que seja necessário continuar a consumir vitaminas do grupo C e E. As bebidas ergogénicas com estas características actuam eficazmente no organismo, permitindo um maior equilíbrio e resistência do mesmo, auxiliando a sua reconstituição após o exercício físico.

A creatina

A creatina, embora sendo legal, é algo que causa muitas dúvidas e discussões. Não havendo uma opinião unânime relativamente aos seus efeitos e consumo, a creatina é especialmente indicada para pessoas vegetarianas, e não só, que praticam exercício físico.

É nesta substância que vão encontrar as proteínas e os benefícios que possuiriam caso consumissem carne, mas como não o fazem esta é uma excelente forma para oferecer mais proteínas ao organismo.

Todavia, há ainda quem considere a creatina um meio para colocar os músculos a funcionar rapidamente, o que condiciona a sua utilização em situações nas quais é necessário um enorme esforço físico num curto espaço de tempo.

Das substâncias ilegais, que levam a que na alta competição sejam feitos testes e exames para ver se a pessoa está sob o efeito de ‘doping’, temos os anabolizantes.

Promovendo um aumento da potência e da própria massa muscular, os anabolizantes promovem a transformação da testosterona, assim como permitem uma maior produção da mesma. Embora as suas acções mediáticas sejam positivas para os praticantes de desporto, na realidade não o são se pensarmos a longo prazo.

Os homens correm o risco de cancro nos testículos ou de esterilidade, podendo este último caso também afectar as mulheres. O risco de ficar com um corpo extremamente masculino é outra das possíveis consequências dos anabolizantes.

Assim, o ‘doping’ implica todas aquelas substâncias ilegais e que produzem efeitos preocupantes e problemáticos no futuro, enquanto que as substâncias ergogénicas demonstram os seus contributos, sem contudo prejudicar o consumidor. A partir de hoje, e quando for praticar exercício físico, pense duas vezes antes de beber o que quer que seja…

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 3]