Conheça melhor a relação entre a mulher e o Futebol

2321
O Futebol feminino
O Futebol feminino

Longe vão os tempos em que nos estádios não se avistava uma única mulher. E mais longe estão ainda os tempos, em que mulher alguma ambicionava jogar futebol.

Futebol e as mulheres

O futebol foi sempre, não só em Portugal como no mundo inteiro, uma das poucas paixões que com o passar dos anos se mantiveram firmes no universo masculino. No Brasil, na Itália, França ou Portugal, o futebol consegue mover uma quantidade infindável de gente que procura o êxtase pelo prazer de uma partida de futebol.

Aos estádios de futebol a afluência continua a ser muita, mas o mais surpreendente de tudo é a forte procura das mulheres pelos estádios de futebol ou pelos jogos que a televisão passa. Quase todas as mulheres já são simpatizantes de um clube, senão mesmo sócias, e todo o ambiente que envolve uma partida de futebol já é perfeitamente entendido pelas mulheres.

Elas já sabem as regras do jogo e o número de jogadores necessários para estar em campo. Elas dominam o futebol. Discutir com uma mulher sobre uma partida de futebol ou sobre a contratação de um jogador vai começando a tornar-se algo normal.

As mulheres já estão, indubitavelmente, brilhantemente educadas para o vício que é o futebol. Tão educadas, que o desejo de jogar futebol começa a ser algo cada vez mais intenso e forte.

O Futebol Feminino

Em Portugal são já alguns os clubes, que disponibilizam as suas instalações para ser jogado o futebol feminino ou que promovem a sua prática O Boavista é sem dúvida o auge de futebol feminino, levando para casa já vários troféus pelas mãos de mulheres.

Por esse país fora, começam a ser habituais os torneios de futebol feminino que normalmente se realizam no âmbito regional. Ainda assim, o crescimento de interesse das mulheres é óbvio e muitas delas sonham já com uma carreira nesse sentido, mas faltam as condições fundamentais para esse sonho.

Todavia, o actual cenário que o futebol feminino nos apresenta não corresponde ainda aos desejos das promissoras jogadoras que se evidenciam por esse Portugal, infelizmente, apenas a título amador. Faltam apoios e não existe sobretudo confiança nessa aposta que coloca as mulheres dentro das quatro linhas, a correr atrás de uma bola e em busca da baliza do adversário.

Se o desporto deve ser promovido e devidamente financiado, a aposta pode ser feita no futebol feminino que, além de ser apreciado pelas mulheres, é igualmente uma arte e forma de exercício como outra qualquer.

O problema aqui parece centrar-se na ideia retrógada e defensora do conceito de futebol, que afirmava que este era um desporto de e para homens. Uma vez mais, o machismo e a não igualdade de direitos entre homens e mulheres parece estar mais evidentes que nunca.

Muitos treinadores já tiveram oportunidade de constatar que as mulheres jogam tão bem quanto os homens, e que tal como eles apenas é necessário um pouco de tempo para que apreendam as tácticas e as coloquem em prática. Aguardemos portanto, que alguém se digne a apostar grandiosamente no futebol feminino.

Num campo de futebol as regras são iguais para todos, bem como as lágrimas e os abraços. Dentro das quatro linhas, o prazer de marcar um golo ou de sentir uma vitória é igual, para homens ou mulheres. A todas as mulheres que gostariam de jogar futebol profissional, lutem para que a igualdade possa chegar aos Estádios de Futebol. Nós também merecemos o sabor da vitória!

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]