Psoriase, a doença que surge quando a pele escama

2204
Psoriase, a doença que surge quando a pele escama
Psoriase, a doença que surge quando a pele escama

Durante muito tempo, a psoríase foi confundida com a lepra, sendo os portadores desta doença encerrados em leprosarias ou queimados como leprosos.

A psoríase, uma das doenças mais frequentes de pele, afecta dois por cento da população mundial, sem escolher idades ou sexo, e continua a ser uma incógnita para a medicina, que ainda não conseguiu encontrar cura.

A psoríase

Esta doença afecta 2 a 4 por cento da população mundial, o que significa que cerca de 400.00 portugueses sofrem de psoríase.

Trata-se de uma doença dermatológica, cuja causa directa passa por um problema de absorção de água pela pele, sendo considerada como uma doença de origem nervosa.

Causa da doença

Alguns especialistas apontam como causador predisposições genéticas, com os sintomas a serem desencadeados em consequência de choques traumáticos de origem nervosa.

Como se manifesta

Consiste no aparecimento de manchas ou placas avermelhadas, que se cobrem rapidamente de escamas brilhantes e secas e que se desfazem quando raspadas com as unhas ou com as peças de vestuário. Embora as lesões descamativas possam aparecer em qualquer local do corpo, as áreas mais afectadas são o couro cabeludo, os cotovelos e os joelhos.

Numa pele normal, 20% da sua capacidade é utilizada na sua renovação. Nos casos de psoríase, as células trabalham a 100%, não respeitando o período de renovação normal, antecipando-o e fazendo com que ocorra uma descamação.

Transmissão genética

A idade mais comum para o aparecimento dos primeiros sintomas é entre os 10 e os 12 anos de idade e na maioria dos casos é transmitida geneticamente.

Existem outros factores de ordem não genética que podem influenciar o aparecimento da doença. São eles as infecções das vias respiratórias superiores ou as feridas e irritação da pele. Algumas pessoas vêem a sua situação piorada com o stress físico e emocional.

É uma doença crónica, na qual se registam casos de desaparecimento dos sintomas após um período activo no doente, na sequência de mudanças radicais do estilo de vida, embora isto não signifique que ocorreu uma cura.

Como tratar a psoríase?

O único conselho para um doente psoriático é para que este aprenda a viver com a sua doença. Uma alimentação cuidada, um descanso e alguns medicamentos anti-stress costumam ajudar. A exposição aos raios solares pode até levar a um desaparecimento da doença, embora o Sol em exagero apenas crie mais traumatismos.

O tratamento é realizado com uma terapia imunossupressora, que inibe os linfócitos T, com o que se consegue a remissão da doença. O tratamento à base de cremes ou pomadas também é aplicado para os casos menos graves.

Alguns medicamentos agravam a psoríase, como o caso do lítio, usado para tratar a depressão, os anti-inflamatórios não esteróides, os beta-bloqueadores, usados para os problemas de tensão arterial e angina de peito, e determinados medicamentos usados para as doenças de pele.

O conselho que fica é que aos primeiros sintomas de descamação da pele consulte um dermatologista, porque a rapidez é essencial para o tratamento.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]