Asma do desporto

0
1181

A ideia de que o doente com asma não deveria praticar exercício está hoje completamente ultrapassada.

A asma é, infelizmente, uma doença cada vez mais comum nos nossos dias, provocada pelo aumento da sensibilidade à poluição e aos agentes químicos que afectam o ar que respiramos. Outra fonte provocadora de asma é o exercício. Então como é que estes dois factores se conjugam?

Quando é praticado um exercício violento, não raro algumas pessoas apresentam sintomas de asma, como falta de ar, tosse e pieira. Os especialistas chamam-lhe “asma induzida pelo exercício” (AIE) que surge quando é feito um esforço maior e que se manifesta através de uma tosse seca, pieira e uma sensação de peito apertado e muitas pessoas com asma apresentam estes sintomas após ou durante um exercício.

Ao praticar um exercício, a respiração torna-se mais rápida para responder às necessidades de oxigénio do organismo. A maior parte do ar inspirado vai chegar depressa demais aos pulmões, sem ter tempo de aquecer e humidificar nos brônquios. A perda de água e calor leva a que ocorra o broncoespasmo, um aperto dos brônquios em pessoas mais susceptíveis.

Um atenção especial para os jovens ou crianças que apresentem os sintomas enquanto praticam desporto, pois este pode ser um sinal de início de asma.

Com alguns cuidados este problema pode ser ultrapassado, tendo especial atenção para os dias de Inverno em que as temperaturas se apresentam mais baixas prevenindo as inflamações dos brônquios, ou prevenindo a gripe com a vacina anual. Se tiver gripe, não insista nos treinos que apenas vão prejudicar mais o seu organismo.

Alguns alimentos podem também agravar os sintomas da AIE, como é o caso das bananas, ovos, camarão e amendoins e em algumas pessoas muito sensíveis a este tipo de alergias podem mesmo desencadear reacções graves com choque após a prática de exercício. Evite-os antes de praticar qualquer exercício ou esforço.

Alguns tratamentos são mais específicos mas para algum tempo de exercício poderá bastar uma dose normal do inalador broncodilatador imediatamente antes de começar.

Para quem tem asma, alguns exercícios são melhores que outros, sendo a natação a mais indicada , por proporcionar um ambiente húmido e quente, treinar os músculos respiratórios e a posição horizontal facilitar a expulsão do muco. Menos indicados estão o ciclismo, a corrida, ou desportos de Inverno, por não incluírem paragens e forçarem os pulmões a um trabalho demasiado pesado. Claro que falamos aqui de desportos de competição e não de simples exercícios para manter a forma, pois aí poderá optar por quase todos.

A asma não é impedimento para que se consigam grandes feitos no desporto, como o provam Rosa Mota, a quem foi detectado o problema no final dos anos setenta e que com o tratamento adequado conseguiu alcançar uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1988, ou o caso de 16 dos atletas da equipa americana a participar nos Jogos de 1996, metade dos quais alcançou o ouro olímpico.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]
Partilhar