Doença de Paget – uma forma rara de cancro da mama

A Doença de Paget é uma forma rara de cancro da mama e aparece na parte exterior do seio, no mamilo, na auréola, semelhante a uma erupção que depois se torna numa lesão delimitada ao seu redor por pele ressequida.

8639

A Doença de Paget é uma forma rara de cancro da mama e aparece na parte exterior do seio, no mamilo, na auréola.

Pode parecer uma erupção que depois se torna numa lesão delimitada ao seu redor por pele ressequida. Nunca se suspeitaria que era cancro de mama, mas era. O mamilo nunca parece diferente, mas a erupção incomoda.

Alguns testemunhos afirmam que “Algumas vezes sentia que me picava e doía, mas à parte disso não me incomodava. Era só feio e irritante, e não passava com nenhum dos cremes receitados pelo meu médico e pelo dermatologista para a minha suposta dermatitis (inflamação da pele).”

Um dos maiores problemas da doença de Paget é que parecem ser sintomas inofensivos e frequentemente são confundidos com uma inflamação ou infecção da pele, atrasando assim a sua detecção e tratamento.

Doença de Paget – quais são os sintomas?

  • Irritação da pele persistente, uma erosão, uma ferida com crostas ou uma secreção pelo mamilo.
  • Lesão no mamilo que não se cura (por vezes na área da auréola com uma protuberância no centro do mamilo)
  • Geralmente só afecta um mamilo.

Como se pode diagnosticar?

O seu médico deverá fazer um exame físico e deverá mandar fazer imediatamente uma mamografia a ambos os seios.

Ainda que a irritação da pele e as crostas pareçam ser uma dermatitis (inflamação da pele), o seu médico deve suspeitar de cancro da mama se os sintomas são só num dos seios e deve mandar fazer imediatamente uma biopsia da lesão para confirmar o diagnóstico.

Nunca perder a esperança

Em 2002, a atriz brasileira Patrícia Pillar tornou pública a sua doença de Paget através de uma nota à imprensa. Patrícia falou sobre o assunto publicamente e explicou que seu tipo de câncer parecia mais uma dermatite na auréola do seio.

“Eu tive uma forma rara de câncer de mama, que está no exterior da mama, no mamilo ou auréola, surge como um vermelhão que depois se torna uma lesão com bordas crustosas.

Eu nunca teria suspeitado que seria um câncer de mama, mas era. Se o meu médico cuidasse do meu rapidamente ao invés de ir tratando como dermatite, talvez pudessem salvar minha mama e a doença não iria para meus nódulos linfáticos.

Esta mensagem deve ser levada à sério e repassada para tantas amigas quanto possível. Pode salvar a vida de alguém. Meu câncer de mama se espalhou e houve metástase para meus ossos, isso depois de receber mega doses de quimioterapia, 28 tratamentos de radioterapia e tomar Tomoxipan. Talvez se eu soubesse dessa doença anteriormente, ela não teria se espalhado”.

Saber mais

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 4]