Algoterapia ou a terapia das algas

4546
Algoterapia - terapia das algas
Algoterapia - terapia das algas

A Algoterapia ou a terapia com algas, proporcionam um excelente recurso para tratar determinados problemas humanos. Todavia, nem sempre se conhecem os seus potenciais terapêuticos.

O corpo humano necessita de inúmeros complementos que asseguram a vitalidade e saúde do ser humano, e a grande fonte dessas substâncias é na maioria dos casos o mar. Da profundidade das águas, vamos buscar diversas substâncias portadoras de sais minerais, vitaminas, e de um conjunto de propriedades que revestem o corpo e o organismo de beleza e saúde.

Do mar retiram-se as condições favoráveis para um bom funcionamento do metabolismo e organismo, hidratando-o e conferindo-lhe o equilíbrio necessário ao seu funcionamento. As algas são uma dessas mais-valias que o mar possui e que anualmente se reproduzem, renovando sistematicamente a sua constituição. Ainda que possam causar um sentimento de repulsa ao observá-las ou ao tocar-lhes, é das algas que são extraídos os componentes para muitos dos produtos utilizados na sua beleza diária.

Uma das maiores algas existentes é a Laminária Digitata. Esta alga possui mais de 4 metros de comprimento e a sua cor é o castanho. A sua principal característica é que consegue reunir em si mesma a possibilidade de estimular a glândula tiróide e de assegurar a devida circulação sanguínea. Para além de tonificar, a Laminária Digitata pode ainda ser uma óptima aliada na perda de peso.

Apresentando uma tonalidade quase preta, a Chondrus Crispus é uma alga muito pequena que se traduz por ser muito eficaz na sua função de expectorante e de laxante. As suas características reconstitutivas e estimulantes para o organismo são igualmente muito satisfatórias.

Para aqueles que pretendem perder peso a Fucus Vesiculosos é uma opção apropriada e eficaz para esse fim. Esta alga encontra-se normalmente colada às rochas, e o seu tamanho raramente excede os 100 centímetros. Portadora de bons constituintes de perda de peso, a Fucus Vesiculosos actua na circulação sanguínea, na estimulação da glândula tiróide e pode tornar-se mesmo num potente estimulante para todo o organismo.

A Undaria Pinnatifida é uma das espécies de algas mais ricas em iodo, cálcio, sódio e magnésio. Assemelhando-se a uma pluma, esta alga revela também no leque das suas propriedades o facto de proporcionar uma acção anti-oxidante natural. Tal como as restantes algas, a Undaria Pinntifida renova-se anualmente.

A Lihothamme é outras das algas com propriedades muito positivas para o indivíduo, ainda que a mesma esteja localizada a mais de 30 centímetros de profundidade. Possuidora de nobres propriedades com um grau elevado de magnésio, cálcio e ferro, esta é outra das algas cujas funções terapêuticas não se podem ignorar.

Certamente, já está a consumir produtos que são derivados das algas, mas saiba que nem todas elas existem na costa portuguesa. Portanto, se alguma delas lhe despertou a atenção em particular, verifique a existência das mesmas nos produtos que tem vindo a utilizar. A  Algoterapia e a função terapêutica das algas é algo a aproveitar, antes que o mar nos pregue alguma partida e a natureza deixe de nos congratular com a sua existência.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]