Botas, um acessório indispensável nos dias de hoje

1745
Botas para que te quero

Quando pensamos em comprar um par de sapatos, logo nos vem à ideia um par de botas. Quer seja Inverno ou Verão, elas tornaram-se um acessório indispensável para qualquer mulher.

A moda das botas

De pele ou couro, de tecido, com saltos mais finos ou mais grossos, pelo joelho, há-as para todos os gostos e feitios. E nem o seu preço, por vezes exorbitante, nos impede de as comprarmos.

Na verdade, os anos passam e as botas ficam. O fim do século XIX trouxe consigo o uso obrigatório dos botins, escondidos sobre os longos vestidos das senhoras.

Ao longo das primeiras décadas do século XX, este tipo de sapatos manteve-se ocultado, não só pelas saias e pelos vestidos, bem como, mais tarde, pelas famosas calças à boca de sino.

No entanto, a bota feminina já tinha uma função bem definida: ajudar a elevar a estatura, tornando a mulher mais esbelta e elegante.

Com a revolução sexual, na década de 60, o corpo começa a dar um ar da sua graça. Decotes mais abertos, saias que se encurtam, braços que se desnudam… Foi, então, que as botas explodiram como uma das grandes tendências da moda.

Coloridas, de camurça, de imitação de pele, brilhantes ou mesmo brancas, imaginação era o que não faltava. E isto sempre acompanhadas de tacões altos ou de plataformas.

Aliás, o uniforme típico das jovens dos anos 60 exigia duas peças fundamentais: uma mini-saia e um par de botas, pelo joelho, de preferência brancas. Desde então, até aos nossos dias, as botas tornaram-se uma presença constante nos nossos roupeiros.

Quais as razões deste enorme sucesso? Primeiro que tudo, não nos podemos esquecer de que as botas são, acima de tudo, úteis.

Para algumas ocasiões são, aliás, mesmo indispensáveis: para montar a cavalo, para trabalhar no campo ou para ir à caça. Mas estar na moda nem sempre significa ser funcional: umas botas pelo joelho em pleno Inverno nem sempre é algo agradável de se usar…

Como explicar então? As teorias imperam: desde umas que defendem que as botas servem para masculinizar o sexo feminino, até outras que explicam o seu uso por um crescimento da moda unissexo. Há, ainda, quem as veja como um modo de esconder certos defeitos.

Consenso: não há! Mas, teorias à parte, a verdade é que as botas ainda prometem ficar entre nós por muitos e muitos séculos…

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]