Deusa do Amor – HERA

0
6457

Nesta última lição, vamos apelar a Hera, deusa do amor protectora do casamento. Representa a perpetuação dos votos entre marido e mulher.

As mulheres contemporâneas que possuem as qualidades de Hera, identificam-se a si mesmas como esposas sem qualquer sentido de frustração ou ressentimento que esse papel pode representar.

São pares iguais dos seus companheiros, confidentes e não têm quaisquer problemas em assumir a sua autoridade dentro e fora da relação.

Ao imbuir-se do poder de Hera, vai poder escolher, de forma sábia, os homens com que pretende relacionar-se, sem se sentir amedrontada pelas suas namoradas ou esposas. Será um amparo para o seu companheiro e ganhará com o sucesso dele, ao passo que também ele se sentirá realizado através de si.

As mulheres de Hera e os seus parceiros têm uma união de força – um casamento entre duas pessoas com egos saudáveis, que conhecem as formas de exercer o seu poder, fortes e completos como indivíduos.

Para se tornar uma mulher de Hera, experimente praticar o seguinte exercício de visualização para conseguir o contacto com a deusa:

Feche os olhos e imagine que está a dar alguns passos dentro de um magnífico templo. Há medida que entra, é envolvida por uma quente luz púrpura. No centro do templo está um belíssimo trono. Sente-se nele de forma confortável. Respire fundo algumas vezes, e ao expirar, faça também sair toda a pressão interior que sente. Relaxe em seguida.

A sólida estrutura do templo, o seu tecto protector e o imenso poder que as suas colunas representam, invocam em si um sentimento de força.

Reflicta acerca da sua vida e repare em que áreas desejava ser possuidora de um maior vigor – no seu poder pessoal, no seu corpo, no que respeita às relações pessoais da sua vida pessoal e profissional.

Diga em voz alta: “Agora tomo responsabilidade dos meus actos, de todos os aspectos da minha vida. Não interessa em que circunstâncias, vou ter o poder supremo sobre mim mesma”.

Pense em que medida pode alterar a sua vida, com acções específicas, de forma a que se sinta segura em relação ao seu novo poder. À medida que se prepara para deixar o templo, fique um momento de pé, junto ao trono. Inspire profundamente, revitalizando-se com uma nova sensação de autoridade.

Conforme for abrindo os olhos, lembre-se a si mesma que agora possui o poder de escolher os seus pensamentos, sentimentos e acções que podem trazer benefícios para a sua vida, assim como as mudanças positivas que tanto deseja.

Se já mantém uma relação de amor que a preenche, pode revigorar o amor, renovando os votos que fizeram. Pode fazer isto na sua casa, numa cerimónia feita da forma que desejar, com amigos ou apenas a dois, num ambiente acolhedor e de alguma forma sagrado.

No caso de ser uma Hera solteira, à procura de parceiro, mantenha sempre clareza no seu espírito acerca das qualidades que pretende do seu parceiro e da relação que pretende. Esta semana, aproveite e escreva todas as dúvidas que pode ter acerca disso.

Por último, a todas as mulheres Hera, solteiras ou casadas, aqui fica uma recomendação. Alugue o filme Shirley Valentine, acerca de uma frustada dona-de-casa que vai passar umas férias à Grécia e veja o que acontece…

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]
Partilhar