Quais as doenças sexualmente transmissíveis mais comuns

2454
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis

Doenças sexualmente transmissíveis: Hoje em dia são muitas as doenças que se conhecem por ser sexualmente transmissíveis e as campanhas são muitas.

Doenças sexualmente transmissíveis

A Sida

A Sida é a doença do milénio. A importância e o receio que a Sida provoca tem corrido o mundo inteiro, e de facto o estado é preocupante. Todavia, convém não esquecer que existem também outras doenças sexualmente transmissíveis e que, tal como a Sida, exigem um cuidado e prevenção acentuado.

A Hepatite B, C e a E

A Hepatite B, C e a E são outras das doenças igualmente transmitidas pelo contacto sexual, e cujo tratamento totalmente imediato é ainda uma incógnita no horizonte. O problema centra-se no facto de as pessoas continuarem a não tomar cuidados nem as devidas precauções. O uso de preservativo e limitar o número de parceiros sexuais são duas das regras essenciais, para que o alastrar desta calamidade não seja ainda mais grave.

Todavia, existem outras doenças sexualmente transmissíveis e cujo diagnóstico deve ser feito logo no começo, para depois se partir em direção ao tratamento. Se não se identificar o problema logo de início, o caso pode complicar-se e as coisas aparentam ser de resolução mais difícil. Assim, a gonorreia ou infeção gonocócica, a sífilis ou as cristas de galo são alguns dos exemplos de doenças sexualmente transmissíveis.

Gonorreia ou infeção gonocócica

A gonorreia, uma das doenças sexualmente transmissíveis, provoca no homem sensações de ardor tanto durante a micção como nos corrimentos purulentos pela uretra. Nas mulheres, este problema centra-se num intenso corrimento vaginal ou num incómodo durante a relação sexual, ainda que isto seja o início do problema pois só mais tarde é que o mesmo se verifica realmente. Aliás, a infecção do útero e das trompas de Falópio, ou a esterilidade podem surgir exatamente da gonorreia.

A sífilis

A sífilis é outro dos casos de doenças que é transmitida pela via sexual, mas a sua actuação só tem início dias depois da relação sexual. Na mulher, pode ocorrer que a ulceração se instale na zona mais funda da vagina, e após dois meses aparecerá a roséola, ou seja uma erupção no corpo inteiro.

Num terceiro momento, outros orgãos do corpo serão afetados como é o caso do cérebro, das articulações ou das válvulas cardíacas.

As cristas-de-galo ou os condilomas

As cristas-de-galo ou os condilomas, estas causadas por uma espécie de papillomavirus, podem originar tumores no útero, após algum tempo do contágio.

Chlamydia e a Gardnerella (bactérias)

A chlamydia é outro dos motivos que pode causar infecções. A ausência de tratamento pode causar vaginite, uretrite crónica ou colite do recto. Mais tarde, os olhos a as articulações, bem como a saúde em geral, podem sofrer as consequências da chlamydia.

Se o problema se mantiver, este pode ser um dos motivos para a esterilidade, não só se for causada pela chlamydia como também pela gardnerella. Estas pequenas bactérias ou parasitas, ainda que aparentemente sejam só incomodativos, com o passar do tempo acabam por revelar a sua actuação mais cruel. Logo, é necessário diagnosticar o problema de início para ser automaticamente tratado.

O cenário das doenças sexualmente transmissíveis é vasto, mas as pessoas julgam ainda que apenas a Sida ou certos tipos de Hepatite podem ser prejudiciais. Previna-se e fique desde já avisado que a longo prazo todas elas são terrivelmente perigosas.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]