Mitos sobre a pele oleosa

0
1243

Muitos são os mitos em redor da pele oleosa. Há quem diga que com a pele oleosa se envelhece mais lentamente ou que se tem sempre borbulhas. Descubra a verdade escondida!

Ao contrário do que as pessoa julgam, a pele oleosa afecta muito mais os homens do que as mulheres. Todavia, as mulheres preocupam-se muito mais com a sua pele, e recorrem com maior frequência a produtos que incidem no tratamento de borbulhas, acne e que impeçam o nascer e propagação de pontos negros.

Os mitos relativamente à pele oleosa são diversos, e uma grande parte da população acredita mesmo em tudo aquilo que se diz acerca deste problema cutâneo. Motivado por um problema hormonal, a pele oleosa tem o seu início na adolescência, embora mais tarde continue a fazer-se sentir com maior incidência em determinadas alturas: antes da menstruação, nas últimas semanas da gravidez e na altura da amamentação.

A pele oleosa nem sempre se faz sentir com a mesma incidência. Existem alturas, como as que foram referidas anteriormente, nas quais a sua manifestação é maior. Esse estado mais notório deve-se especialmente à produção de sebo que, e mesmo após a pele estar limpa, tem tendência para continuar a produzir ainda mais. Retenha também que, quando está nervosa, stressada, com algum problema que lhe tire o sono, é normal que aumente a oleosidade da sua pele.

Por sua vez, e se esse tipo de problemas, como o stress ou o falta de sono, piora ainda mais a secreção sebacea, o certo é que as peles oleosas têm uma maior resistência às condições ambientais como o sol, a chuva ou o vento. O facto de a pele oleosa dar a ideia que se envelhece mais lentamente, não é de todo verdade.

As rugas têm uma maior tendência a aparecer, mas pode também acontecer que a oleosidade da pele sirva como uma forma de as esconder por detrás do sebo. As peles não vivem somente dos produtos que nelas aplicamos. É necessário que se sigam alguns cuidados, em especial ter uma atenção redobrada relativamente ao tipo de alimentação.

Comer mal e em demasia, não vai ajudar a melhorar o aspecto da sua pele. Possivelmente terá que banir algumas coisas da sua alimentação habitual, como os fritos, as gorduras, doces, chocolates ou queijos. Restrinja-se ao consumo de grelhados, muito peixe, carnes magras, verduras, frutas e nada de fritos.

Não julgue que as peles oleosas são as piores, pois as peles secas dão também muita preocupação, e todas elas exigem um cuidado especial, embora cada uma à sua maneira. É necessário salientar que uma pele que não seja oleosa pode vir a tornar-se com o passar dos anos.

Alguns anos antes da menopausa, por volta dos 40, 45 anos, pode acontecer que a pele venha tornar-se oleosa devido à falta de cuidados da mesma, quer seja em relação à alimentação ou aos cuidados que a pele recebeu durante muitos anos.

A maquilhagem da pele oleosa deve ser especial.

Não pode usar um produto qualquer, mas sim produtos de qualidade e que não sejam oleosos. A acção da maquilhagem, se a mesma não for de tratamento, será a habitual ao início, mas com algum tempo de permanência no rosto terá tendência para ficar com o rosto ainda mais oleoso e poderá correr o risco de a cor desaparecer.

Portanto, comece a ter os cuidados necessários com a pele, independentemente da sua idade. Mais tarde, e caso a mesma não seja devidamente tratada e não seguir uma conduta de vida acertada, poderá correr o risco de ficar com a pele oleosa aos 40 ou 50 anos.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]