A ultra-sonoterapia no combate á celulite

3213
A ultra-sonoterapia e a celulite
A ultra-sonoterapia e a celulite

O que mais preocupa muitas mulheres é o aspecto casca de laranja que o corpo, em especial as coxas, apresenta, precisamente quando tanto desejavam usar aquele biquini mais ousado. A solução pode passar por algumas sessões de ultra-sons.

A ultra-sonoterapia e a celulite

É verdade, este invento do nosso século, pode ajudar às suas formas.Para quem não tem tempo de tratar do problema da celulite com umas boas sessões de ginástica, a estética cirúrgica já tem várias respostas. A mais recente é o programa de ultra-sons e dermo-depressão, um novo conceito anti-celulite.

A ultra-sonoterapia é uma técnica que funciona com um gerador estimulante, emitindo uma onda vibratória, que se propaga localmente até determinada profundidade.

Ao nível da circulação, os ultra-sons exercem uma vasodilatação que leva à melhoria do aspecto da pele e aumenta a fluidez dos tecidos, o que possibilita a sua mais rápida drenagem. Possibilitam ainda o descongestionamento dos tecidos, o levantamento das aderências e uma sensação de relaxamento.

São diversas as acções que esta estimulação leva o nosso corpo a realizar, como aumentar a permeabilidade celular, melhorar a microcirculação e tratar as fibroses, além de reforçar a eficácia dos clássicos adelgaçantes.

A aplicação prática da ultra-sonoterapia apoiada pela dermo-depressão auxilia também nos casos de cicatrização de tecidos, de dermalgias (dores na pele), infiltrações cutâneas e edemas das pernas.

As sessões, entre 10 a 12, têm a duração de 20 minutos, duas a três vezes por semana, mas são desaconselhados a grávidas, em casos de lesões cutâneas, doenças infecciosas e quando é usado um “pace maker”.

Um novo tratamento a experimentar, para combater a celulite e obter resultados fantásticos.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]