Sexo melhora a saúde, saiba porquê

2660
Sexo melhora a saúde
Sexo melhora a saúde

Além de uma alimentação moderada, praticar exercício físico, cortar com os vícios, fique desde já a saber que o sexo desempenha um papel muito importante para a sua saúde.

O sexo faz bem à saúde!

Diversas pesquisas vieram comprovar esta realidade, camuflada durante tanto tempo, mas que agora parece ter saltado para o palco do quotidiano. Para além de todas as práticas atrás referidas e já sobejamente conhecidas, e que conferem uma melhoria significativa para a sua saúde, é também de realçar a importância que a actividade sexual proporciona ao seu corpo.

Nada mais nada menos do que 40 músculos do seu corpo são trabalhados no momento da relação sexual. A circulação sanguínea aumenta, tal como a pulsação cardíaca e a respiração, acabando por promover em grande escala o bom funcionamento do seu corpo.

Assim, o sexo acaba por poder ser encarado como um exercício físico, excelente para trabalhar os músculos, ao mesmo tempo que revigora o organismo proporcionando inúmeros benefícios.

Indubitavelmente, que o sexo faz bem a qualquer pessoa. A prática sexual tem a capacidade de deixar as pessoas mais tolerantes, abertas, bem dispostas, garantindo assim uma vida mais equilibrada e menos stressante.

Algumas pessoas crêem mesmo que ter relações sexuais mais do que 3 vezes por semana pode mesmo ser a chave para que a vida do ser humano seja prolongada, embora esta ideia não esteja ainda confirmada.

Que o sexo faz bem à saúde isso é uma certeza, agora se ele é o elixir do prolongamento da vida isso é apenas uma probabilidade.

O facto da pessoa viver sem sexo trás as suas desvantagens. Uma vida sexual inactiva origina neuroses, uma grande dificuldade em aceitar novos desafios, e uma menor qualidade de vida.

As emoções que o orgasmo é capaz de proporcionar são extremamente importantes para o equilíbrio do seu organismo, rejuvenescendo toda a componente psicológica e interna da pessoa, criando assim uma sensação de bem-estar indescritivel.

Por isso, ter relações sexuais é agora a receita principal para melhorar a qualidade de vida de qualquer pessoa. Não é caro, é realizado, preferencialmente, com amor, não trás consequências contrárias àquelas que se inserem na conduta de uma vida saudável, e não tem horas para ser realizado.

O sexo deve ser, por isso, algo feito com prazer, sem medos, receios, ansiedades, por forma a que tudo esteja na perfeição para ambos os lados.

Deite para trás das costas todos os pecados que os seus antepassados apregoavam sobre o acto sexual, as condutas a ele implícito, os mitos, e parta para uma relação de confiança e entrega.

Fale com o seu parceiro, e não tenha problemas em dizer-lhe do que não gosta e aquilo que mais prazer lhe dá. Compartilhem experiências, sensações inéditas, agradáveis, e sejam ‘unos’ no vosso próprio universo.

Não tenha pudor ou receios de qualquer tipo, pois se tem essa pessoa ao seu lado é porque você é tão bela como tantas outras mulheres.

Crie ambientes especiais para si e para essa pessoa, conversem bastante, e dialoguem sobre tudo. Conhecerem-se por fora não chega. Acredite, que é fundamental conhecerem-se por dentro!

O sexo faz bem à saúde, mas apenas quando ele é uma experiência boa para ambas as pessoas envolvidas!

Se por trás desse envolvimento está um clima estranho, possessivo, de desconfiança, muitas discussões e atritos, então o mais certo é que na fase posterior à relação sexual o seu estado psicológico não seja o melhor.

Ainda assim, os benefícios do sexo mantêm-se, mas talvez as vantagens de foro psicológico não sejam cumpridas a longo prazo.

E agora? Foi você que pediu uma noite escaldante de amor? Bem nos parecia!

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]