A onde nos leva o mundo do erotismo

4315
O mundo do erotismo
O mundo do erotismo

O Erotismo existe hoje e sempre existiu, ainda que antigamente a sua definição fosse algo camuflado e rotulado como um tabu. Do erotismo, em princípio, advém a excitação sexual que varia consoante a relação que se construiu e os padrões que a mesma pré-definiu.

O mundo do erotismo

A estimulação sexual pode ser proveniente do corpo, da imaginação ou até mesmo da mistura de ambas.

Do ponto de vista fisiológico, um reconhecimento fácil da excitação nos homens é a erecção do pénis e nas mulheres dos mamilos e do clítoris. Ao nível psicológico, as coisas funcionam de forma diferente.

Enquanto que, o homem facilmente se excita, mesmo sem tocar, a mulher precisa de ter uma relação afectiva muito próxima.

A excitação não é linear e igual para todos

Varia consoante a cultura, o sexo, a idade, personalidade e situação. No âmbito cultural, o aspecto exterior e a beleza estética são imprescindíveis para promover a excitação sexual.

Porém, em determinadas culturas como é o caso de tribos brasileiras, as mulheres têm preferência por homens com pouco pêlos, considerando-os muito mais excitantes.Os chineses têm uma preferência por pés pequenos e pelo ménage à trois, o que testemunha a diferença de gostos de excitação sexual de cultura para cultura.

Além do mais, as mulheres dão sempre mais importância ao lado afectivo, ao contrário dos homens que privilegiam a componente carnal.

O homem repara primeiro no corpo da mulher, e esta na forma como ele lhe fala, a trata e até mesmo na sua postura perante ela. Relativamente à idade, cerca de 80% das pessoas e com idade inferior a 45 anos pratica relações sexuais.

É entre os 30 e 45 anos, que mais mulheres fazem amor contrariadamente, talvez por terem um companheiro, que se limita a ter relações sexuais e pouco mais.

Aqui, entra a variável personalidade. O homem e a mulher são seres humanos, com uma personalidade definida que não se devem limitar apenas a serem usados.

O medo é um excelente caminho para a excitação sexual, e talvez seja por isso que nos sentimos atraídos em situações de risco, seja elas de que âmbito forem.

Os cinco sentidos

Os cinco sentidos são excelentes armas para impulsionar a excitação sexual. A respiração ofegante no ouvido do companheiro, tem efeitos muito proveitosos para o desenrolar do acto sexual.

O tacto é outra das formas, muito utilizada, para excitar. A mão explora o corpo, sentindo as várias texturas, através de carícias.

O tacto estimula os músculos transmitindo ao cérebro sensações de prazer. Por sua vez, o paladar interfere na nossa sexualidade, porque está ligado ao olfacto.

A sensualidade

A sensualidade provocada por figos, morangos ou marisco é um excelente método, para além de desfrutar através do paladar das várias partes do seu corpo.

A visão é, por excelência, um forte estímulo, já que idealizamos alguém com determinadas características, que de repente surge perante o nosso olhar.

Logo, isto é um forte indício para motivar a nossa sexualidade. Finalmente, o olfacto provoca uma forte excitação, especialmente nas mulheres que o têm mais apurado que os homens. O suor ou a utilização de óleos e fragrâncias são verdadeiros afrodisíacos, para o olfato dos seres humanos.

A expressão dos olhos assume um papel preponderante neste mundo do erótico, mas há que ter em conta a estética total do rosto. Se algo falha no geral, o resultado não é muito positivo. Por este motivo ou não, a maioria das pessoas não tem relações sexuais tantas vezes como gostava de ter.

Esta ausência, leva-as ao mundo das fantasias.

As fantasias sexuais podem excitar bastante, mas o seu recurso excessivo pode ter danos prejudiciais. Assim, é necessário encontrar um limite e a solução para os seus problemas.

A realização de outras práticas sexuais talvez possa ajudar, recorrendo por exemplo ao sexo em grupo. Considerado algo de muito excitante, o sexo em grupo pode ser indício de que a nossa fase de bissexualidade, não tenha sido eficazmente solucionada.

O sexo anal é outra das alternativas para desfrutar de prazer

Já que o ânus contém muitas terminações nervosas sensíveis.

O sadomasoquismo é outra opção. Arranhar, morder, bater é uma prática que agrada a algumas pessoas, podendo ser-se a vítima ou o agressor. A excitação pode ser aumentada através do voyeurismo, já que observar os outros, incita prazer à pessoa que observa.

Há que realçar ainda, o uso de objectos de forma a estimular a excitação. Como tal, é comum o visionamento de livros, revistas, e filmes propícios para esse efeito, ou ainda o uso de peças de vestuário que nos ajuda a fantasiar, especialmente se forem de seda ou cetim. Daí, ser tão banal o uso deste tipo de lingerie destinada para esse efeito.

A solução para a realização plena da excitação sexual, é saber como utilizar devidamente o erotismo, fantasiando bastante e dando ao máximo largas à sua imaginação.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]