Autoestima feminina em baixo? Saiba quando eles são os culpados

7838
Autoestima feminina em baixo? Saiba quando eles são os culpados
Autoestima feminina em baixo? Saiba quando eles são os culpados

Mesmo que você tivesse a maior autoestima do mundo, antes de conhecer esse seu novo companheiro, agora ela está completamente em baixo. Porquê? Descubra aqui o motivo!

Antes de você o conhecer parecia ser uma mulher forte e decidida, mentalizada que podia conseguir muita coisa da sua vida. Sabia que tinha capacidades para tal, bastava aplicar-se e entregar-se aos desafios.

O seu telefone não parava de tocar, era convidada para mil e um eventos, e poderia mesmo dizer-se que estava sempre rodeada de amigos. A sua vida era um harém de realizações profissionais e pessoais. Até que, num certo dia, conheceu aquele homem que lhe deu a volta à cabeça e acabou por se envolver com ele. Resultado da história: adeus autoestima!

A autoestima feminina

Se algumas mulheres não têm, pura e simplesmente, autoestima nenhuma, outras há que a perdem quando menos esperam e de uma forma, à partida, incompreensível.

A pessoa que mais esperava que a acompanhasse nos seus planos, lhe desse força, e que a motivasse, é simplesmente o motivo que a leva a sentir-se hoje um farrapo e uma inútil: o seu companheiro. Porquê?

Há homens demasiadamente machistas e que ainda hoje julgam que o papel da mulher deve ser sempre inferior ao do homem: menos inteligente e com um salário inferior.

Esta realidade é mais frequente do que possa pensar. O homem habituado a gerir tudo vê-se, repentinamente, a ser ultrapassado pela sua companheira, não só a nível social, como também profissional. É a mulher que tem um emprego melhor, ganha mais, tem mais amigos, é mais inteligente, e anda sempre bem com a vida.

Causas da diminuição da autoestima

O homem, por sua vez, vive isolado do mundo, sempre a fazê-la sentir culpada de tudo, a ridicularizar os seus sonhos e desejos, a falar mal dos seus amigos. Lógico, que a relação sofre as inevitáveis consequências!

Mediante todo este cenário a mulher começa a sentir-se mal. Chega a ter vergonha de si, de manifestar as suas opiniões, e a acreditar que, de facto, os seus projetos não são assim tão bons como aquele seu amigo lhe disse.

A mulher isola-se no mesmo mundo que o do seu companheiro, e só muito mais tarde conseguirá retomar a sua vida profissional e social. Existem motivos para que o homem haja assim: por inveja, machismo, insegurança, medo de a perder para outro mais inteligente e com uma posição social superior à dele, ou pode também acontecer que o homem tenha ciúmes doentios da companheira.

Seja qual for o motivo, esta atitude masculina deixará marcas duradouras e de difícil cicatrização no ego feminino. Acredite que não vai ser fácil voltar a ser a mulher determinada e segura de outros tempos!

As criticas constantes, diminuem a autoestima feminina

As críticas podem tornar-se em ameaças, e as discussões em violência! A solução é tentar impor-se desde o início. Não permita que um homem lhe destrua a autoestima apenas por motivos de inveja ou insegurança. Por isso, é necessário conhecer de antemão a pessoa com que estamos envolvidos.

Mesmo de início, existem sempre pequenas atitudes que deixam prever o fim dessa história de amor que você, na sua mente, idealizou. Acima de tudo, não compactue com essa situação e tente colocar um travão logo no começo!

A partir de uma determinada altura, e se você permitir que a situação avance, já nem vai dar importância à opinião de outras pessoas. A sua autoestima já está tão em baixo que, digam o que lhe disserem, você vai apenas assimilar as palavras do seu companheiro.

Uma conversa franca e aberta ajuda sempre a perceber os motivos que o levam a desprezar os seus amigos, familiares, trabalho, e tudo o que diga respeito à sua pessoa. Fale calmamente com ele! Perceba se vale a pena ou não esperar pela mudança dele ou se é preferível partir em busca de outro alguém que lhe dê o merecido valor!

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]