Produto inovador para a sua pele, o redutor de cicatrizes

3962
Redutor de cicatrizes
Redutor de cicatrizes

As cicatrizes podem ser um motivo de desconforto físico e em alguns casos causam impacto psicológico. Por isso, Hansamed acaba de lançar no mercado um produto único e inovador: Redutor de Cicatrizes.

Este produto reduz de forma visível e duradoura as cicatrizes salientes e avermelhadas, actuando em cicatrizes recentes ou antigas, de todo o corpo, mesmo em zonas sensíveis como a cara.

Redutor de Cicatrizes

É o primeiro produto com estas características a ser vendido em canais de distribuição especializado, ou seja, em farmácias.

Pode igualmente ser aplicado por pessoas com pele especialmente sensível e mesmo com alergias, dado não se conhecerem efeitos secundários.

Muitas pessoas são “vítimas” de cicatrizes. Algumas dessas cicatrizes têm um aspecto normal e socialmente aceitável, como as provocadas pela varicela ou pelo acne. Contudo, alguns tipos de cicatrizes são mais visíveis, devido a anormalidade na reparação do tecido: são conhecidas como as cicatrizes hipertróficas e têm um aspecto avermelhado e saliente.

Está clinicamente comprovado que 95% das cicatrizes hipertróficas respondem positivamente ao Redutor de Cicatrizes, tornando-se menos visíveis, e sem quaisquer efeitos secundários.

É compreensível que muitas pessoas com cicatrizes se assustem com os métodos correntes baseados em operações, terapêutica laser ou o tratamento com nitrogénio líquido, e desejavam um método simples, natural e fácil de aplicar.

Preenche estas necessidades: utiliza-se como um penso e a sua aplicação é natural, simples, absolutamente indolor e não irrita a pele. Para a sua colocação em zonas do corpo com grande mobilidade, como por exemplo os cotovelos, a embalagem contém adesivos hipoalergénicos para melhor fixação.

A aplicação deste produto tem dois efeitos: por um lado, produz-se uma elevação da temperatura debaixo do penso, o que conduz à estimulação dos processos metabólicos, activando a circulação nos tecidos; por outro, o penso exerce uma contrapressão sobre a cicatriz, simulando a tensão cutânea que se perdeu no tecido cicatrizante.

A consequência é que as cicatrizes recentes já não podem expandir-se com tanta força e nas antigas reduz-se em parte a formação excessiva de fibras de tecido conjuntivo.

O tratamento das cicatrizes com o Redutor de Cicatrizes é muito simples:

  • Retire a lâmina protectora da face auto adesiva do penso
  • e coloque-o sobre a pele limpa e seca, de forma a que a cicatriz fique coberta por completo
  • No caso de um só penso não ser suficiente para cobrir a cicatriz por completo, podem-se aderir vários pensos uns ao lado dos outros. Para uma fixação adicional, por exemplo em zonas corporais dotadas de mobilidade, pode utilizar o adesivo que se junta na embalagem.

Por motivos higiénicos, o penso deve mudar-se diariamente, assim como quando a sua capacidade adesiva diminui. O Redutor de Cicatrizes Hansamed nunca deve ser utilizado sobre feridas abertas.

Em comparação com os métodos habituais, como as intervenções cirúrgicas ou a terapêutica laser, o tratamento natural das cicatrizes com o Redutor de Cicatrizes, requer tempo.

É imprescindível que a cicatriz esteja completamente fechada para aplicar os pensos elásticos sobre a mesma, devendo o produto ser utilizado durante o mínimo de 12 horas diárias.

Ao fim de 8 a 10 semanas, as cicatrizes salientes e avermelhadas alisam-se significativamente, aclaram-se, amolecem e tornam-se menos visíveis. Tal como as outras modalidades terapêuticas, este novo produto também não torna as cicatrizes “invisíveis”.

Em princípio, o período de aplicação necessário para obter um resultado óptimo, depende de factores individuais, como por exemplo, o tamanho e o estado da cicatriz.

É necessário ter também em atenção que as cicatrizes, principalmente as mais recentes, não devem ser expostas a estímulos térmicos intensos. A permanência num solário ou numa sauna, bem como o frio intenso, podem influenciar negativamente a formação de cicatrizes.

Além disso, deve evitar-se o uso de roupas apertadas, que possam voltar a irritar ou lesionar o tecido cicatrizante. Também convém ser prudente com os exercícios de estiramento e fortalecimento.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]