Utilize a esperança para romper os padrões de comportamento

1766
Utilize a esperança para romper os padrões de comportamento
Utilize a esperança para romper os padrões de comportamento

Martin Seligman, precursor da Psicologia Positiva, conhecida por conduzir à “felicidade autentica”, classifica as emoções positivas quando elas envolvem o contentamento com o passado, a felicidade no presente e esperança para o futuro.

Como romper os padrões de comportamento

Essa Esperança é o que nos traz a motivação necessária para que realizemos algo. Passagem de ano, aniversário, conclusão de uma fase como um curso, relacionamento ou uma fase de um relacionamento, mudança de carreira, parar de fumar, emagrecer, OU SEJA, romper com um padrão não satisfatório ou que pode ser considerado concluído e iniciar outro, afinal, como diz o ditado, aprendemos com os erros e somos incentivados pelos acertos.

A esperança como meio de transformação

É a Esperança o cavalo que puxa a carruagem da transformação. Romper padrões exige três forças de caráter: coragem, perseverança e disciplina.

  1. Coragem, uma vez que é difícil (mais uma vez os ditados – aprendi muito com eles!) trocar sandálias velhas por sapatos novos.
  2. Perseverança, uma vez que nosso cérebro tende a voltar ao padrão anterior.
  3. Disciplina, uma vez que requer auto-observação constante, para que os padrões antigos possam ser detectados e a coragem realimentada.

Vejam que se trata de um círculo retroalimentador onde, feito a cobra que engole o rabo, o símbolo ouroborus (existem outras grafias), representando o eterno recomeço. Somos assim, o recomeço traz uma luz nova! Esperança renascida!

Não pensem que essa retroalimentação significa não sair do lugar, muito pelo contrário! É como subir em uma escada em direção ao sucesso. Cada degrau vencido, é um aspecto da nossa personalidade (aqueles que não nos levam a Felicidade Sustentável) o qual foi substituído por um aspecto mais positivo e edificante e que já vivia em nós. No próximo texto falaremos mais sobre isso.

Nosso grande inimigo é a distração. Sem a auto-observação nem percebemos que estamos dando tiros nos pés quando desejamos alcançar uma meta, como também não percebemos nossos progressos. As vezes o terapeuta, coaching ou mentoring podem ajudar.

Então atenção, cada degrau vencido merece uma comemoração! Merece também o sentimento de gratidão, por si mesmo, pela sua coragem, perseverança e disciplina e, por aqueles que lhe ajudaram. A gratidão nos mantem no fluxo ou FLOW, uma teoria da Psicologia Positiva desenvolvida por Mihály Csíkszentmihályi, nos mantendo no caminho que buscamos e onde a sincronicidade de Jung também está presente.

A Esperança sobre aquilo que queremos conquistar, alimenta a motivação e o otimismo necessários às nossas conquistas, nos mantém alertas quando nosso lado sabotador (vamos falar sobre isso!) tenta nos tirar do fluxo destas três forças de caráter.

Sem ela sequer sonhamos com possibilidades melhores. Sua presença já traz felicidade, já percebeu isso? Quando sentimos a energia da esperança, nosso ser se alegra.

Desenhe, anote já em algum lugar onde possa visualizar sempre, as metas para a sua vida nova, agora! Organize as estratégias, defina prazos e parceiros, e com certeza, mantenha-se atento a estas três forças.

Essa é a nossa dica de transformação rumo a Felicidade Sustentável.
Venha ser um vencedor – VEM-SER com a gente.

Dicas de leitura:
Martin Seligman é autor do livro Felicidade Autentica e Mihály Csíkszentmihályi, autor do livro A Psicologia da Felicidade, ambos publicados no Brasil e Portugal.

www.felicidadesustentavel.com
Dra. Ivana Ribeiro

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]