Previsões para o signo Capricórnio

10018

Consulte as previsões para 2017

Nativos de Capricórnio

2016 é um período importante para os nativos de capricórnio do segundo decanato: é o último ano da quadratura tensa entre Úrano em Áries e Plutão em Capricórnio.

A partir de 2017, a pressão por mudança continuará sendo exercida por Plutão, que ainda ficará uns bons anos pelo seu signo, mas ao menos o contacto entre estes dois representantes e motivadores de mudança deixará de existir, tornando tudo mais fácil de administrar.

Plutão no signo de capricórnio vem colocar em cheque o seu poder e autoridade sobre pessoas e situações inesperadas. O interessante com Plutão é que nos tornamos poderosos justamente quando renunciamos às lutas por poder e ao poder em si mesmo.

O nosso poder com Plutão é sobre nós mesmos e não sobre os demais. Afinal, sempre temos algum poder em qualquer situação: poder de não nos deixarmos atingir por aquilo que atiram na nossa direção, poder de recusar um convite para entrar em jogos de manipulação, poder de nos retirarmos de uma situação, poder de abrir mão, etc.

Vale a pena aceitar ser parte de disputas por poder? Fácil é falar; fazer, nem tanto, é verdade. Mas no momento em que o capricorniano realmente decidir que aquela pessoa ou situação não lhe interessa mais, então será nesse momento que ganhará poder sobre aquilo que pretende na realidade.

Para os nativos do primeiro decanato, este pode ser um ano de “e se?”. E se eu tivesse aceite aquele emprego? E se eu tivesse lutado mais por aquele relacionamento? E se eu tivesse desistido antes daquele outro relacionamento? E se eu tivesse ficado calado durante aquela discussão? Neptuno em Peixes em sextil ao Sol trás as estes nativos  reavaliações do passado, com alguma nostalgia e a ilusão de que, talvez, se as coisas tivessem sido feitas de outra forma, o resultado teria sido diferente.

A questão aqui é: a situação permitia fazer as coisas de outra forma? Olhar para trás para aprender com o que vivemos é importante, desde que isso não nos impeça de viver o presente pensando no que poderia ter sido o passado.

Embora os capricornianos tenham tendência a ser céticos quanto ao metafísico, eles devem usar o sextil de Neptuno para apurar os motivos inconscientemente que contribuíram para o resultado obtido e acreditar que tudo aconteceu como tinha que acontecer.

Para os nativos do terceiro decanato, não há nenhum trânsito planetário lento que seja significativo, mas certamente há muitos outros pontos astrológicos importantes que só podem ser verificados através da carta astral pessoal.

Classificação
A sua opinião
[Total: 7 Média: 2.4]