Conheça os cuidados básicos para ter sempre uma boa visão

2097
Conheça os cuidados básicos para ter sempre uma boa visão
Conheça os cuidados básicos para ter sempre uma boa visão

Desfrutar de uma tarde a visitar  um museu. Ver obras de arte ou a magia da natureza. Já pensou que apenas pode fazer tudo isto devido a um sentido que por vezes descuramos um pouco, mas que se torna dos mais importantes? Saiba o que fazer para manter uma boa visão.

Como ter uma boa visão

Ver as cores de um dia ensolarado ou os negros de um dia de tempestade. Observar as brincadeiras dos seus filhos. Deliciar-se com o sorriso deles. Desfrutar de uma tarde num museu. Ver obras de arte ou a magia da natureza. Já pensou que apenas pode fazer tudo isto devido a um sentido que por vezes descuramos um pouco, mas que se torna dos mais importantes?

A visão é um dos fenómenos mais complexos da biologia, e se pensa que vê apenas com os olhos, desengane-se. O olho ou globo ocular, apesar da sua importância, apenas faz parte de um conjunto de estruturas complexas, com uma via nervosa, continuada à saída do olho pelo nervo óptico, que conduz os estímulos luminosos que atravessam o cérebro, até alcançar os centros corticais da visão que se localizam no lobo occipital.

Desta forma, podemos afirmar que olhamos com o cérebro. É através do cérebro que tomamos consciência e conhecimento das realidades que nos rodeiam. Os centros cerebrais podem ser representados como sendo o computador da visão, que permite a integração psíquica do que vemos.

Como uma das condições essenciais para uma boa visão, é necessário que a córnea, o humor aquoso, o cristalino e o vítreo, que compõem o sistema visual, estejam sempre transparentes.

São diversas as doenças que afectam a visão, mas quase todas, devido aos avanços médicos actuais, têm uma solução. Se for um problema da córnea, recorrer-se-á a uma operação de transplante, utilizando uma de um cadáver.

Para o cristalino que perdeu a transparência, a denominada catarata, devido ao envelhecimento, à acção de certas radiações ou medicamentos, a visão pode ser recuperada até 100% através de uma operação de remoção. A operação da catarata já se faz desde tempos imemoriais.

Na época dos egípcios a catarata era tratada com a introdução de uma agulha no olho, fazendo a catarata descair para a parte posterior, libertando a parte central do olho. Era uma técnica que provocava complicações graves, embora não fosse muito dolorosa. Outra operação, a vitrectomia, consiste em substituir o vítreo por um líquido transparente.

Outros problemas que enfrentamos com a visão passam pelos chamados “defeitos ou vícios refractivos”, que têm alguns nomes bem conhecidos de todos como a miopia, que se caracteriza por uma má visão ao longe; o astigmatismo, causado por um grau de miopia diferente em cada olho e a presbiopia, que significa a dificuldade que o cristalino tem em aumentar a sua curvatura, para aumentar a sua potência dióptrica, o que acontece perto dos 40 anos.

Um dos factores que mais cegueira causam é a Diabetes, por isso é necessário que nestes doentes o exame oftalmológico constitua uma rotina. A actuação atempada pode evitar a cegueira ou demorá-la, através do tratamento com raios laser. No caso de cataratas, a cirurgia pode ser uma opção.

A aterosclerose e a hipertensão arterial são alguns dos responsáveis por estados de cegueira ou até de morte. No primeiro caso, as artérias vão ficando mais duras e estreitas e dá-se um espessamento do sangue, com o entupimento de artérias oculares e de outras.

Por muito que não o queiramos, envelhecer faz parte de nós, e há medida que os anos passam o organismo vai perdendo faculdades, e os olhos também envelhecem, pelo que deve consultar o oftalmologista aos mínimos sinais de complicações oculares.

A partir dos 40 anos devem ser medidas as tensões dos olhos a todas as pessoas que consultam os oftalmologistas, uma vez que é a partir dessa idade aumenta o envelhecimento das estruturas oculares e pode levar ao aumento da tensão e dar lugar ao glaucoma.

Assim, todos os cuidados são poucos para com este órgão tão importante.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]