Ervas medicinais e cirúrgias

0
1800

Determinadas ervas medicinais podem interferir com a anestesia durante as operações…

Prolonga os efeitos da anestesia, aumenta as hemorragias e as variações da pressão arterial são algumas das consequências que podem advir do uso de produtos ervanarios como o ginseng ou o gingko biloba.

Esta conclusão foi apresentada, no passado mês de Outubro, numa conferência da Sociedade Americana de Anestesistas, pelo Dr. Charles McLeskey do hospital Scott & White Memorial em Temple.

Avisar o médico de que se toma este tipo de produtos e da quantidade prescrita torna-se, assim, importante para evitar estes efeitos indesejáveis. Parar 2 semanas antes com o tratamento é outro dos conselhos dados nesta conferência.

Entre os produtos em análise encontram-se a gengibre, o alho ou a Kava-Kava. O estudo foi feito a 979 pacientes antes de serem submetidos a uma cirúrgia.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]