Jornada para uma vida mais feliz

1281
Jornada para uma vida mais feliz
Jornada para uma vida mais feliz

Não há outra palavra para definir o caminho para uma felicidade a qual seja verdadeira, a qual defina tão bem este processo como a “jornada”. Como vimos no texto anterior, o autoconhecimento é necessário para que possamos reconhecer em nós o que nos coloca na contramão rumo à felicidade.

Jornada para uma vida mais feliz

Essa jornada pode ser muito divertida, quando pensamos que o autoconhecimento é como uma festa, nos divertimos muito durante seu preparativo, uma vez que, normalmente, dispendemos mais tempo nos preparativos do que a duração que a festa pode ter.

Você já iniciou sua jornada colocando atenção sobre seus sentimentos, pensamentos e palavras?

Falamos sobre estes passos no texto anterior. Pois quero lembrar que o precursor da Psicologia Positiva, Martin Seligman*, lembra que as emoções positivas, quando estão desligadas do exercício do caráter, leva ao vazio, a inverdade e a depressão e, à medida que envelhecemos, “[…] à corrosão de toda realização que buscamos até o último dia de vida”.

Segundo o autor, nossos sentimentos positivos, os quais vêm do exercício das forças do caráter, são os verdadeiros e, como ele mesmo diz, os mais autênticos, daí Seligman chamar essa conquista de – Felicidade Autêntica. Mas vale lembrar que estas não são soluções rápidas. Quem decide encarar essa jornada, com tranquilidade e alegria, usufruindo de cada passo, aceitando os obstáculos, os dissabores e a revelação de aspectos não muito positivos do nosso ser, mas que necessitam ser percebidos para que possamos na nossa chegada, consegue realmente se tornar um novo SER.

Há mais de 2000 anos, Sócrates já recomendava que, para uma vida mais feliz, seria indispensável o controle racional sobre os nossos desejos para harmonizar as diferentes partes da nossa alma, o que traria um estado de tranquilidade interna.

Essa tranquilidade abre em nossos corações a possibilidade de sentir a alegria que vem de todas as coisas a nossa volta, de nós mesmos, e algumas vezes, uma alegria inexplicável que jorra do coração e nem sabemos de onde vem. Talvez dos nossos bancos de felicidade autentica internos, quem sabe.

É por este motivo que, o autoconhecimento, é um passo tão importante nessa jornada. Nós estaremos aqui, para te acompanhar nesta jornada rumo ao seu Em-Grande-SER.

* SELIGMAN, M. E. P. (2008) Felicidade autêntica. Editora Pergaminho, Lisboa.

www.felicidadesustentavel.com
Dra. Ivana Ribeiro

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]