Os Prazeres das Ervas Aromáticas

0
2897

As ervas aromáticas produzem verdadeiros milagres nas confecções das refeições. Utilizadas desde sempre, as ervas aromáticas proporcionam um sabor especial aos seus cozinhados.

Desde os primórdios da humanidade que as ervas aromáticas são utilizadas para confeccionar refeições, conferindo um sabor especial que qualquer outro constituinte não seria capaz de proporcionar. Além da sua utilização para as refeições, são também muitas as ervas que são utilizadas com fins medicinais caseiros.

Um bom prato precisa de levar alguns condimentos para que o seu sabor seja deveras inesquecível. O sal, o alho e, se assim for o caso, a pimenta, produzem um bom efeito no sabor da refeição, mas se adicionarmos à refeição algumas ervas aromáticas especiais o resultado final será muito mais benéfico.

Assim, e para que o seu paladar não perca nenhuma pitada da nossa cozinha tradicional, tome conhecimento de algumas das ervas  aromáticas que, com o sua presença num cozinhado, podem modificar de imediato a qualidade de um prato.

Comecemos pelo Louro: ideal para estufados ou guisados, o Louro pode ser também utilizado como base para colocar o frango quando o mesmo é assado no forno. O resultado final é brilhante!

O Orégão é outra das ervas aromáticas muito rica no paladar conferido à refeição final. Muito usada em culinária, o Orégão é excelente para saladas, com tomate ou pepino. Enquanto que o Louro é muito útil para a vesícula, o Orégão é excelente para constipações, tosse e gripe, bem como para as dores menstruais.

O Alecrim é outras das ervas aromáticas que, sendo muito utilizada para caldos, é também muito útil para a bílis e para o sistema nervoso e circulatório.

Uma excelente mistura para os seus cozinhados é a confecção de um caldo ou guisado e juntando-lhe Alecrim e Tomilho. Este último é bastante utilizado em culinária devido ao seu sabor aromático, sendo também um excelente estimulador da circulação, anti-séptico e, se utilizado em infusão, é um óptimo expectorante contra a tosse.

A Salsa e os Coentros são outros dos elementos que se enquadram no vasto leque de ervas aromáticas que possuimos. A primeira, a salsa, é a erva indicada para a produção do popular molho verde, e a segunda, os coentros, são muito bem-vindos quando colocados em sopas, ervilhas, massa, salada, arroz ou cozinhados com favas.

A Menta é outra das ervas aromáticas que são indispensáveis em determinados cozinhados, como é o caso do Ensopado de Borrego. Estimulando o estômago, a Menta é muito útil para neutralizar os nervos. Saladas, sopas ou queijo são outros dos elementos da cozinha portuguesa que, quando acompanhados com Aipo, oferecem um paladar muito agradável.

A Salva é uma presença obrigatória na cozinha, isto se quer deixar os seus convidados estupefactos com os seus guisados de favas ou caldos de peixe. A Salva é muito rica quando falamos dos seus benefícios: neutraliza a febre, regula a menstruação e equilibra a quantidade de açúcar no sangue. Um excelente condimento na sua cozinha.

Se os seus cozinhados já são famosos, imagine o que pode fazer com umas ervas aromáticas que facilmente pode adquirir. O segredo dos cozinhados é esse gostinho especial, do qual só você sabe o segredo!

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]