Curas alternativas para a depressão

2688
Depressão e as novas terapias
Depressão e as novas terapias

Encharca-se de comprimidos, conversas e mais conversas com o psicólogo, e nada! O estado depressivo não passa! Porém, existem outras soluções para a depressão que, se calhar, nem sonha que existem!

A depressão é um estado psíquico que afecta muitas pessoas!

Momentos de angústia, confusão interior, necessidade de ajuda, pensamentos negativos, sensação de inutilidade, são apenas alguns dos sintomas que indicam o aproximar ou a já vigência de uma depressão.

As soluções são várias mas, infelizmente, não estão ao alcance de todos. Além do mais, nem todos os métodos de terapia são do conhecimento da população. Comecemos pela Programação Neurolinguística. A maior parte de pessoas que recorre a ela são executivos ou profissionais ligados à comunicação, que vêm nela uma forma de melhorarem a sua capacidade de transmitir ideias e de desenvolverem a sua linguagem. O intuito é promover a auto-estima, o positivismo de cada um, possibilitando uma maior entrega ao trabalho e, por isso, uma mais valia na produtividade.

A Programação Neurolinguística é realizada através de sessões de hora e meia, sensivelmente, e que têm por objectivo conhecer bem o paciente, para só depois ser aplicado neste a respectiva terapia. Na realidade, a ideia é fazer chegar às pessoas que todas as coisas negativas apresentam sempre o seu lado positivo escondido e que, por isso, o caminho para o êxito e estabilidade deve ser seguido com a mesma força e vontade. Quando o paciente interiorizar esta ideia será mais simples retirá-lo do estado depressivo.

AyurVeda é o nome da terapia que tem estado a alastrar-se de forma impressionante. De natureza indiana, este método permite observar o paciente a partir de três doshas: pitta, que quer dizer fogo, ata, que significa ar, e kapha, sinónimo de terra. Para ser alcançado o equilíbrio estes três doshas devem estar em conformidade, pois caso contrário haverá uma desarmonia no indivíduo. Assim, a mente e o corpo não estão em sintonia, o que origina a depressão.

Os banhos, ioga, meditação, massagens com óleos essenciais e inúmeros tratamentos são as armas fortes do Ayur Veda. Talvez não seja à toa que Ayur Veda significa Vida e Conhecimento. Rir é bom! É mesmo muito bom! O problema de muitas das pessoas que entram em depressão é que não riem e que não sabem o que isso significa. Pois fique a saber que rir é um excelente método para levantar a sua auto estima, optimismo e vontade de viver. A adrenalina sobe bastante, motivada pelo aumento de produção de endorfinas, o que faz com que o corpo relaxe e descanse das complicações exteriores.

O paciente inicia as sessões com pequenas conversas, e estímulos que favorecem o riso e a boa disposição. O desenvolvimento da técnica de riso é fundamental para que a Risoterapia demonstre as suas qualidades. Quando a boa disposição atingir o paciente é sinal que já falta pouco para se verificarem melhorias. Uma forma simples e pacífica de se livrar dessa depressão que não a larga, embora você já tenha tentado quase tudo, é ir passar um tempo a um desses ‘aldeamentos’ que estão totalmente isolados, e onde poderá respirar ar puro e ir ao encontro de si mesma, sem qualquer intervenção do exterior. Pode aproveitar para passear bastante, libertar-se dessa energia negativa que a tem vindo a consumir, equilibrar-se emocionalmente, relaxar e gozar de excelentes massagens.

Existem muitos locais que possuem um programa muito aliciante, que passa por terapias, caminhadas, banhos diversos e massagens com óleos especiais.

O tempo da estadia depende de si e da capacidade que tem em se abstrair do mundo lá fora. Se não quiser gastar muito dinheiro opte por ir para a casa de campo de alguém seu conhecido, e fique lá sozinha durante uns dias. De preferência sem forma de contacto possível, para que a fusão consigo e com a resolução dos seus problemas seja plena. Isolada do mundo que a perturba, certamente encontrará a solução para essa depressão que aparenta ser interminável.

Estas são apenas algumas das formas de ultrapassar esse seu estado, embora todas elas, umas mais imediatas que outras, dependam acima de tudo da sua força da vontade e daquilo que pretende realmente para si. Se não é pessoa de baixar os braços para o que quer que seja, está à espera do quê para ser novamente livre?

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]