Na esfera da psicologia com Ana Moreira

3844
Ana Ribeiro Moreira
Ana Ribeiro Moreira

A Mulher Portuguesa foi falar com Ana Ribeiro Moreira, uma Psicóloga Clínica e Psicoterapeuta, com a qual teremos o prazer de contar na nossa Revista, no papel de colaboradora.

Ana Moreira, em entrevista

Ana Ribeiro Moreira está a terminar a Tese de Mestrado em Psicologia Clínica, na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação de Lisboa, e conta já no seu curriculo com uma vasta experiência e formação profissional.

A nossa entrevistada recorda que o gosto pela Psicologia, já vem de há algum tempo: “Tinha curiosidade em saber porque o mundo era assim; A Psicologia aparece como uma opção que me permite compreender o porquê de agirmos como agimos, e perceber porque é que sentimos a vida como a sentimos.”

A nossa entrevistada tenta o mais possível ter uma perspectiva aberta das coisas, estudando e usando técnicas de intervenção, que se apropriam a cada pessoa e situação. Até porque, segundo a própria Ana Moreira: “As pessoas não são todas iguais e ao longo das suas vidas vão-se alterando e tendo necessidades diferentes. Aquilo que funciona num momento com uma pessoa, pode ser desadequado noutro momento, ou com outra pessoa.”

Seguindo o caminho da Psicologia Clínica, explica qual o motivo da sua escolha: “Foi, e é ainda a possibilidade de modificar o sofrimento, utilizando-o de forma construtiva. Incomodam-me as dores da alma, muito embora saiba que são necessárias para o nosso crescimento, e a Psicoterapia é uma forma de intervenção que tende não só a aliviar o sofrimento, mas a usá-lo como factor de amadurecimento.”

Na altura em que realizou o estágio na Maternidade Dr. Alfredo da Costa, teve a plena convicção que pretendia prosseguir na área da intervenção clínica.

Antigamente, à Psicologia estava relacionada a loucura, mas nos dias de hoje, as pessoas já se aperceberam que os psicólogos são também aqueles que “procuram ajudar as pessoas a lidar com o sofrimento, e a serem felizes.

Estando em permanente contacto com os jovens, Ana Ribeiro Moreira comenta que:”Ser adolescente nos dias de hoje, é mais difícil do era há uns anos atrás. Há mais abertura, mas eles parecem estar muito perdidos no meio disto tudo; a sociedade está em grande mudança e os papeis de cada um não estão definidos, levando o jovem a sentir-se pouco seguro e pouco enquadrado; por vezes têm dificuldade em perspectivar o futuro, e elaborar um projecto de vida saudável.

A depressão é um dos problemas emocionais que mais afecta a nossa sociedade. Ana Ribeiro Moreira declara: “A depressão está em franca expansão, às vezes um pouco camuflada, e creio que tem relação com os valores que estão instituídos, com algum individualismo que veio dos anos 80, que conduz à solidão pelas dificuldades nas relações afectivas mais próximas.”

Segundo o pensamento de Ana Ribeiro Moreira, sobre as mulheres portuguesas:”Têm a preocupação de serem independentes, evitando o poder economico polarizado nas mãos dos homens, mas acima de tudo algumas mulheres reclamam a possibilidade de se realizarem profissionalmente; a mulher trabalha, também porque lhe dá prazer, porque é bom para ela, porque é gratificante e confere mais sentido à sua vida. Cada um de nós deve descobrir o que é que o faz feliz.”

A Psicoterapia pode desempenhar também um papel muito importante na área da doença ou perturbação física. O corpo e a mente são profundamente interdependentes e o que acontece num repercute-se no outro. Assim, quando a pessoa está psicologicamente “em baixo”, pode confrontar-se com mais perturbações físicas, do mesmo modo que a doença afecta o estado da alma.

Quando há uma perturbação orgânica, ajuda intervir ao nível psicológico, para a recuperação da própria saúde do corpo.

Totalmente fascinada pelo seu trabalho a nossa psicoterapeuta declara que:”Dá-me muito gozo trabalhar, para além da necessidade económica. É importante sentir-me produtiva. ” Dos seus tempos livres, salienta que: “não tenho muitos neste momento, mas preciso estar com as pessoas que preenchem a minha vida privada, preciso também do silêncio que ajuda a organizar-me, gosto de dar uma boa caminhada, apanhar sol e aproveitar os vários prazeres que a vida nos oferece”.

Ana Ribeiro Moreira, menciona um dos seus sonhos:”Conseguir na maior parte do tempo, perceber aquilo que me faz feliz, e travar os combates necessários para seguir esse caminho.” Seguindo um lema, que sugere às nossas visitantes: “Viver com V grande, cada momento, e procurar gozar plenamente os bons tempos, e aprender qualquer coisa com os “invernos” da vida.”

Ainda com muitos anos pela frente, e com uma forte paixão pelo seu trabalho, Ana Ribeiro Moreira, fará parte da nossa revista com temas que certamente são do seu interesse. Já agora, siga as sugestões desta Psicoterapeuta, já que os psicólogos a podem ajudar a sintonizar-se com os caminhos da felicidade…

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]