Os Pais e a Educação Emocional de Maurice J. Elias

1609
Os Pais e a Educação Emocional
Os Pais e a Educação Emocional

Os Pais e a Educação Emocional de Maurice J. Elias da Pergaminho

Os Pais e a Educação Emocional

Educar os filhos é complicado. Obriga a que se tenha um grande conhecimento de causa, compreensão, e muito amor para dar. Falhar pode ser um grave problema no presente e futuro!

Editado pela Pergaminho, encontramos em ‘Os Pais e a Educação Emocional’ uma nova perspectiva acerca da relação pais e filhos. Após extensas investigações, experiências e análises de casos práticos, os autores Maurice J. Elias, Ph. D., Brian S. Friedlander, Ph. D., e Steve E. Tobias, Psy. D. escreveram esta nova metodologia para ensinar os pais a educarem os filhos, a educarem-se a eles mesmos.

Este livro coloca de parte o método tradicional que o leitor está habituado a ver nos livros de pedagogia educativa, uma vez que dá uma importância particular às emoções que coabitam na relação entre pais e filhos. É a partir destas, segundo os autores, que se constrói o verdadeiro desenvolvimento psicológico da relação entre ambos.

Na verdade este livro assenta nas regras base do livro de Daniel Goleman, ‘Inteligência Emocional’. Em ‘Os Pais e a Educação Emocional’ os autores, além de lhe relembrarem esses conceitos, ensinam-na a colocá-los em prática para que o sucesso da relação seja realmente eficaz.

Não se pode considerar que este seja um livro maçudo. Está preenchido com inúmeros diálogos, casos distintos, problemas que existem na vida dos mais novos, desde as brigas com os irmãos, o ciúme, e os atritos escolares com amigos ou professores.

Partindo do pressuposto da existência destes problemas, e de outros, o livro oferece a forma correcta de os resolver, conseguindo encará-los de frente e ultrapassá-los de forma harmoniosa para ambos os lados, pais e filhos.

O intuito é educar devidamente as crianças, ao mesmo tempo que as torna fortes, independentes e firmes na suas decisões, sem necessitarem de estarem constantemente em busca do auxílio dos pais. Na realidade prepara-os para um futuro melhor, mais eficaz no ultrapassar de determinadas situações, adoptando a criança desde cedo uma postura que lhe permita, quando crescer, ser forte e determinada.

A forma como se explicam as coisas, a resolução dos problemas ou o método utilizado para repreender devem ser devidamente renovados para que a educação emocional dos filhos possa estar equilibrada. Porém, esse equilíbrio passa também por uma renovação dos pais para puderem educar convenientemente os seus filhos. A emoção está sempre na base do verdadeiro sucesso!

Um livro de Elias, Tobias e Friedlander lançado pela Editora Pergaminho. Um manual intitulado por ‘Os Pais e a Educação Sentimental’, extremamente útil e prático para quem tem filhos, ou para quem está a pensar em tê-los!

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]