Janela d´Almas

851
Janela d´Almas

Este é livro sobre a Nazaré, do casario ao porto-de-abrigo, dos pescadores aos putos, das bruxas aos amores, ódios e esperanças.

Conhecer a Nazaré é amá-la e é isso que perpassa na escrita de Carlos Braz Saraiva em contos cheios de poesia onde o leitor passa a conhecer o Ti Chico da Felizmina, a Peixeira, o Vagabundo, a mulher de lenço negro, entre outros, num estudo que além de poético é ainda antropológico.

 

Janela d´AlmasEste livro apresenta um ramalhete de figuras e retratos descritos de forma poética, que apresentam as gentes da Nazaré tal como elas são e se mostram aos olhos dos que simplesmente passam ou dos que as ouvem e escutam com atenção as histórias de vida feitas de areia e sal, do mar e das lágrimas, mas também da alegria e da alma de um povo.

 

Carlos Braz Saraiva nasceu em Coimbra em 1950 e licenciou-se em Medicina na Universidade dessa cidade, onde actualmente é professor de psiquiatria. Exerce actividade clínica na Nazaré e foi aí que se apaixonou por essas gentes feitas de mar e sal. Foi ainda fundador da linha Telefone SOS e criou a consulta de prevenção do Suicídio.

 

É também colaborador do Jornal de Coimbra e o livro ‘Janela d’Almas’ é uma compilação dos textos publicados nesse jornal, editada pela Quarteto.

 

A acompanhar este livro de contos e retratos, ainda diversos de desenhos de Nuno Meca, artista nascido no Canadá em 1977 e descendente de pescadores nazarenos, veio viver para a Nazaré com apenas 10 anos. Tem trabalhado em diversas áreas ligadas às artes e já expôs alguns trabalhos.

 

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]