Dez Anos de Literatura Juvenil em Portugal (1986-1996)

1257
Literatura Juvenil
Literatura Juvenil

Foi inaugurada no passado dia 5 a Exposição “Dez Anos de Literatura Juvenil em Portugal (1986-1996)” no Espaço Memória dos Exílios, edifício dos CTT Estoril. A Exposição literatura Juvenil em Portugal teve o apoio da Câmara Municipal de Cascais e estará patente naquele local, até ao dia 15 de Junho.

Literatura Juvenil em Portugal

É de crianças que se escreve em todas as vitrines expostas neste local. É ao mundo das crianças que vamos quando entramos neste espaço, e nos deparamos com histórias de encantar e de ilusão patente em cada palavra e em cada imagem complementar.

De crianças se recorda e se lembra também, ao se vislumbrar os bancos minúsculos de cores verde e amarelo, que aconchegadamente decoram esta exposição. Nomes de grandes escritores de histórias infantis fizeram a essência desta exposição, ao dedicarem durante dez anos um pouco da sua vida ao mundo dos mais pequenos.

Visualizam-se nas vitrines, excertos de livros de vários escritores consagrados na literatura infantil: Alice Vieira com o seu “Caderno de Agosto”, Mário Castrim com “A Caminho de Fátima”, José Jorge Letria com o livro “O Cavaleiro do Vento”, António Mota com “Os Sonhadores”, Clara Pinto Correia com a sua “Vitória, Vitória”, entre tantos outros de inquestionável mérito.

As editoras Caminho, Edinter e a Verbo são aquelas que mais forte marcam a sua presença, assim como os emblemáticos livros de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada “Uma Aventura”, demarcam o seu potencial, ainda tão bem vivo na nossa memória.

Passando pela aventura de livros como “O Clube das Chaves” de Maria Teresa Maia Gonzalez e Maria do Rosário Pereira até à componente das primeiras paixões de Álvaro Magalhães com “Guardado no Coração”, os mais variados temas são amplamente encontrados neste local de cultura e mística infantil.

A Exposição conta ainda com um pequeno plano de actividades totalmente direccionadas para o plano pedagógico, onde se podem ler exercícios que apelam à sensibilidade da escrita e da leitura dos mais novos.

Este é o retrato do mundo do infantil, onde a ilusão é a base de todo um cenário de imagens e de vocábulos carregados de emoção.

O Edifício dos CTT, no Estoril, presenteia o visitante com a Exposição “Dez Anos de Literatura Juvenil em Portugal (1986-1996). Até 15 de Junho, as portas da ilusão abrem-se para si e para os mais novos, ali bem perto do majestoso Casino do Estoril.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]