13 de Maio em Fátima, a Cova da Iria enche-se de peregrinos

1518
13 de Maio em Fátima, a Cova da Iria enche-se de peregrinos
13 de Maio em Fátima, a Cova da Iria enche-se de peregrinos

Foi há 100 anos que na Cova de Iria apareceu para milhares de pessoas a ‘Senhora do Rosário’, após 5 meses de aparições consecutivas a três pastorinhos, sempre no dia 13 de Maio em Fátima e repete-se todos os dias 13 até ao mês de Outubro.

13 de Maio em Fátima

Fátima é um local de peregrinação desde há muitas décadas. No ano de 1917, três crianças tomavam conta de um pequeno rebanho quando, no cimo de uma azinheira, se avistou uma enorme luz e uma senhora com um terço nas suas mãos. A partir dessa data, 13 de Maio de 1917, à Cova de Iria já acorreram milhares de pessoas do mundo inteiro.

Os três pastorinhos de Fátima

Jacinta, Lúcia e Francisco eram as três crianças que na Cova da Iria se encontravam no dia da primeira aparição. A ‘Senhora do Rosário’ pediu-lhes que rezassem o terço sistematicamente e que, por 5 meses consecutivos, ali aparecessem e escutassem os seus pedidos, sempre ao dia 13 de Maio em Fátima. Nesse mesmo dia de Outubro do ano de 1917, cerca de 60 mil pessoas aguardavam em redor da azinheira pela aparição da dita imagem iluminada.

Fátima ficou assim marcada na cultura católica mundial pelas aparições religiosas, que se inscreveram na história da Igreja em Portugal. Ao local das aparições acorrem pessoas quase diariamente, em busca da fé e do concretizar e pagamento das suas promessas.

A Capelinha das Aparições, o local mais procurado de Fátima, foi o sítio exato onde a ‘Senhora do Rosário’ apareceu no dia 13 de Outubro do ano de 1917, bem como nos 5 meses anteriores, tendo pedido que ali construíssem uma capela em sua homenagem.

Milhares de crentes deslocam-se a Fátima, em especial nos dias 13 de Maio e de Outubro, fazendo viagens muito longas a pé como forma de devoção à Virgem. Assim, a peregrinação a pé tornou-se um hábito entre os portugueses, que se deslocam ao Santuário de Fátima por dias a fio, sempre caminhando em grupo ou isolados.

Outro dos momentos altos é a procissão das velas, e iluminando o Santuário de Fátima na sua totalidade num misto de fé e esperança dando origem a um cenário de beleza indescritível.

A visita de João Paulo II a Portugal

O Papa João Paulo II foi também um dos grandes devotos da Virgem de Fátima.

A missa, a concelebração litúrgica com os bispos, e a consagração da Igreja e do mundo a Maria, foram os momentos altos que marcaram a presença do Papa no Vaticano. João Paulo II fez questão de trazer até Roma a imagem da Virgem em jeito de fé e crença extrema. É nessa estátua, mais precisamente na coroa, que se encontra uma das balas que foram usadas contra o Papa em 1981, por Mehemet Ali Agca, na Praça de S.Pedro, e que o Papa ali quis guardar acreditando que a Virgem o salvou nessa ocasião.

A visita do Papa Francisco a 13 de Maio em Fátima

A Fátima espera-se que rumem milhares de pessoas neste dia 13 de Maio, para a celebração do 100º aniversário das Aparições de Nossa Senhora de Fátima, a viagem do Papa Francisco a Fátima demonstra o afeto e a crença na Virgem. Fátima é hoje um marco religioso do mundo cristão, e um dos locais mais sagrados e míticos da história da Igreja em Portugal.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]