Mortalidade e aptidão física é o segredo da longevidade

1458
Mortalidade e aptidão física é o segredo da longevidade

Quanto maior é a aptidão física, menor é a possibilidade da mortalidade, se fazer vir a sentir mais cedo, este é o segredo da longevidade. Esta é a conclusão, a que um grupo de pesquisadores chegou, após terem acompanhado de perto, homens e mulheres, durante alguns anos.

Relação entre mortalidade e aptidão física

Não é necessário ser-se um atleta, para que uma pessoa diga que alguém tem aptidão física. Mas, o que é importante é que esta previne doenças cardiovasculares e o próprio cancro.

A relação entre aptidão e mortalidade é bastante importante e evidente. Os homens que têm uma pior condição física, são caracterizados por se inserirem num grupo, onde a taxa de mortalidade é superior em 3,5, do que aqueles que têm uma boa preparação física. O risco no sexo feminino é, ainda maior, cerca de 4,5 vezes.

A boa forma física compensa, não só no aspeto exterior, com também ao nível da saúde.

Caminhadas diárias

As caminhadas são uma boa forma de preparação, para que a aptidão física se desenvolva. Recomenda-se caminhadas rápidas de 30 a 60 minutos, diariamente, para que se verifique uma estimulação da componente física. Isto é o mínimo, que pode e deve fazer.

Estudos chegaram mesmo a revelar, que aqueles que se exercitaram toda a vida, têm uma maior probabilidade de não sofrer nenhum ataque cardíaco.

Desde muito novo ou mesmo em qualquer altura da sua vida, pode aproveitar para exercitar o seu corpo. Não importa se, já chegou aos 20 ou aos 40 anos.

A desculpa da idade é um fator que, neste caso específico, não se aplica. Os exercícios devem começar por ser breves e leves, não devendo começar a abusar logo de início.

Exercício físico ligeiro

Faça exercícios ligeiros ao levantar-se, ao vestir-se ou mesmo ao entrar para o seu automóvel.

Quando se deitar pode aproveitar também para fazer alguns exercícios, sem nunca se esquecer de umas aulas de step, natação, aeróbica ou andar simplesmente de bicicleta. Este último dá prazer a muitas pessoas e, é um excelente exercício.

Para que os efeitos positivos se manifestem, tem que se ter em conta a intensidade, o ritmo, a duração, a frequência semanal e o tipo específico de actividade.

Atividade sexual

A atividade sexual é outro factor importante, para preservar a sua extensão de vida. Elevados os níveis de testosterona e de estrogênio, estes proporcionam boas condições para que seja incluída, num dos grupos de menor risco quanto à taxa de mortalidade.

O simples assistir de um filme erótico, é algo de muito positivo, para a sua saúde.

Meditação regular

A reflexão também proporciona uma boa saúde, para além de retardar o envelhecimento. Dizem, que chega mesmo a trazer de volta, um pouco do nosso ar jovem.

A técnica de meditação transcendental, promove os aspectos físicos e emocionais, melhorando-os. Diminui a hipertensão, aumenta a eficiência de actividade cardiovascular, reduzindo o colesterol e a diminuição de ansiedade. Quem medita sente-se mais feliz, e acaba por diminuir a sua idade biológica.

Se é das pessoas que não tem aptidão física quase nenhuma, ainda vai a tempo de modificar este cenário. Intensifique a sua actividade sexual, faça muito exercício ou pelo menos caminhe, e medite bastante.

As pessoas de certeza que lhe perguntarão qual a máscara, creme ou tratamento que está a utilizar, para que a juventude resplandeça dessa forma, no seu corpo e no seu rosto.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]