O mundo dos adolescentes

4446
O mundo dos adolecentes
O mundo dos adolecentes

As dificuldades para estabelecer uma comunicação básica entre pais e filhos adolescentes, são cada vez mais perturbadoras.

Os pais querem saber o essencial, mas os filhos julgam que estes estão a querer saber demais. O silêncio entre ambos atinge nesta altura, proporções nunca vistas anteriormente…

Cada pessoa é um mundo e, existem formas específicas para chegar àquilo que realmente se pretende. Os pais falam com os filhos em tom de inquisição ou de autoridade e, a utilização desse recurso não é o mais indicado. Ainda assim, existem pais que conseguem manter uma relação de proximidade com os seus filhos.

O que acontece é que, muitos pais querem que os filhos sigam o seu exemplo, independentemente desta ser ou não a melhor opção. Isto pressupõe obrigatoriamente, um manter das amarras que os uniam nos tempos de infância. É quase uma maneira de os pais assegurarem, a posse inconsciente dos seus rebentos já crescidos e com ideias fixas.

Aos pais é preciso fazer compreender que os filhos crescem, tomam partidos de certas situações, adoptam uma postura que pode vir a ser diferente da sua. No fundo o que os adolescentes querem é a conquista da liberdade e, há que saber dosear essa liberdade da melhor forma.

Se pretende saber como correu o dia ao seu filho, pergunte-lhe descontraidamente e não use aquele tom de inquisição, que tantas vezes afasta os adolescentes. Se pensa que o seu filho não gosta de lhe contar as coisas que envolvem o seu mundo, está enganada. O que acontece é que, é preciso incentivá-lo e o tom de voz e a circunstância em causa, são bem mais importantes do que você julga.

Os pais em vez de trocarem opiniões com os seus filhos, limitam-se a dar-lhes o seu ponto de vista, sem admitir qualquer contrariedade a este. A lição de moral vem ao de cima, e para trás fica a conversa agradável de discussão saudável. Óbvio que, aos poucos, os adolescentes acabam por perder o interesse em conversar com os mais velhos.

Outro grave problema dos pais e que os filhos não suportam, é o facto de apenas fazerem menção aos pontos negativos das coisas que realizaram. em vez de incentivá-los e agradá-los com os factores positivos. Dizem os adolescentes que, quando é para dizer mal, os pais estão sempre disponíveis mas, quando se trata de os homenagear as coisas já não se processam dessa forma.

Fale com os seus filhos o mais possível. De início, pode começar por mencionar factos banais e depois, calmamente, entre no seu mundo de dúvidas e interrogações. Se eles não sentirem em si, para além do papel materno ou paterno, uma amiga com quem podem desabafar, muito dificilmente conseguirá quebrar o silêncio.

O mais importante é saber comunicar, independentemente da forma utilizada, estabelecendo uma cumplicidade entre pais e filhos. Se acha que não compreende o mundo dos adolescentes, tenha calma pois tudo isto é passageiro. Os adolescentes têm que passar por determinadas experiências para que futuramente, possam compreender melhor o meio que os rodeia.

É natural que se sinta rejeitada pelo seu filho por ele não comunicar consigo mas, aprenda a dar o primeiro passo amigavelmente, sem moralismos ou inquisições. De seguida, verá que o silêncio se quebrará, quase na totalidade. Afinal, há coisas que nem aos pais se confessam.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]