Uma casa iluminada

2221
A iluminação da sua casa
A iluminação da sua casa

Uma casa iluminada proporciona outro ambiente. Chega de escuridão, cores sombrias, e apenas uma luz em cada divisão da casa. Os tempos modernos exigem iluminação e alegria!

Antigamente as casas eram muitos escuras, com móveis de tons sombrios que soltavam depressão e tristeza para onde quer que se olhasse. Vivia-se numa escuridão tal que apenas existia um candeeiro em cada divisão da casa e pouco mais, seguindo a velha tradição de uma simples vela para iluminar um determinado espaço.

Todavia, com as novas linhas decorativas, as exigências começaram a ser mais evidentes e hoje, além de se quererem casas com janelas amplas que permitam a entrada de luz solar, a iluminação artificial é também importante, não só no verdadeiro sentido da palavra como também numa perspectiva decorativa. Conseguir ter um espaço acolhedor é importante, e não basta ter a intenção. É preciso meter ‘mãos à luz’!

Numa sala a iluminação é fundamental! O candeeiro de tecto com muitos adornos está totalmente fora de moda. Opte antes por um mais simples, com uma luz intensa, que possa ser utilizado quando receber amigos seus lá em casa. Nessas alturas a luz é essencial, quer seja para um jantar agradável ou para uma simples partida de cartas. Nada de deixar as pessoas às escuras! Todavia, um candeeiro de pé alto faz as delícias de qualquer decoração!

Os candeeiros de pé alto devem ser colocados aos cantos da divisão da casa, junto a um sofá ou cadeira. Destinados essencialmente para tarefas individuais, são um bom companheiro para essas situações, nomeadamente enquanto desfruta de uma boa leitura. Existem-nos das mais variadas cores, com adornos distintos, com um pé mais ou menos alto. Os mais originais podem ser colocados em locais onde a decoração prima pela irreverência, mas nunca misture padrões decorativos opostos. A irreverência tem os seus limites e conjugações!

Na cozinha pode também optar por uma luz de tecto, mas pequenos apliques por cima da área onde confecciona as refeições podem produzir um efeito mais benéfico. Além de a auxiliarem melhor nas suas tarefas, também eles permitem dar uma iluminação mais arrojada e diferente a uma divisão que merece tantos cuidados como os quartos ou as salas.

A casa de banho deve seguir os mesmos padrões, com uma luz forte no tecto, mas com pequenas iluminações na zona do espelho, em redor ou uma única iluminação por cima do mesmo, para que quando estiver a fazer algo em frente ao espelho a tarefa seja mais facilitada. Pequenos focos de luz no tecto dão também um ar bastante moderno!

É importante que perceba que cada luz tem uma utilização específica. As luzes de tecto servem para dar uma iluminação geral ao ambiente, e mesmo um clima mais agradável, mas as restantes têm uma função mais específica, destinada a auxiliar na realização de uma determinada tarefa. Todavia, não deve optar por ligar todas as luzes de um determinado espaço, pois o excesso pode provocar problemas na vista e é mesmo considerado um exagero desnecessário.

Os focos de luz no tecto, por cima do bar ou atrás de uma flor, podem alterar de imediato o ambiente à casa. Dando um ar mais misterioso ao espaço, estas luzes são indicadas para criar um ambiente bastante moderno e acolhedor, seja em que divisão da casa for! Durante o dia, convém recorrer à luz natural. Daí que seja preferível ter janelas amplas para que a sua casa esteja sempre alegre e cheia de vida!

Outro conselho: não mobile demais a casa! Muitas mobílias, espaços super lotados, dá a sensação de se estar num local muito pesado. Recorra apenas ao essencial e deixe a sua casa respirar de luz!

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]