Menu para periquitos saudáveis

3868
Alimentação para periquitos
Alimentação para periquitos

Os periquitos não são esquisitos… Uma alimentação simples é tudo o que estas aves pedem.

A alimentação dos periquitos está, hoje em dia, muito facilitada. Nos supermercados, embalagens de sementes com iodo S11 são fáceis de encontrar. Este é um nutriente vital para evitar problemas de tiróide, contribuindo ainda para um crescimento mais saudável.

Existem ainda outro tipo de alimentos que podem completar a dieta dos periquitos, nomeadamente barras de frutas que lhes fornecem as cinco vitaminas essenciais (A1, B1, C, D3 e E ) e o iodo S11.

Durante o período de reprodução, cuidados especiais devem, no entanto, ser tomados. Uma vez por semana, deve ser dado, às crias e aos pais, uma pequena mistura de papa para canário ou uma mistura á base de insectos, esfarelada e humedecida.

Fundamentais para uma boa alimentação das aves são, também, as verduras.

Os passarinhos mais novos só têm a ganhar com a sua ingestão. Agrião, espinafres e certas gramíneas são as suas verduras preferidas. Se não as encontrar, também pode dar alface, folhas do olho da couve, cenoura ou maçã.

Lembre-se, no entanto, de as lavar bem e de as servir bem frescas. Evite, ainda, verduras com produtos químicos e não deixe que outros animais as conspurquem. Importante é também dar as verduras em pequenas quantidades, principalmente se os periquitos não estão habituados a ingeri-las.

As sementes germinadas (aveia, trigo, etc.) podem muito bem substituir as verduras, quando estas estão em falta. Para isso, deve colocá-las dentro de água fria em recipientes de barro, que devem ser colocados em local quente e escuro até as sementes atingirem pouco mais de 1 cm de comprimento.

Legumes congelados estão proibidos, pois podem provocar perturbações ao nível do estômago, por vezes fatais.

A areia é outro alimento especialmente importante durante o período de criação, ao fornecer os minerais essenciais. Pode encontrá-la em casas da especialidade. Clássicos são os “ossos” de choco, fonte de cálcio, e que se vendem também nas lojas de comida para aves.

Atenção: quando colocar mais comida, certifique-se, primeiro que tudo, de que o comedoiro está cheio de sementes, e não de sementes e cascas.

Muitos pássaros acabam por morrer de fome por os seus donos não se aperceberem desta diferença. Quanto à ingestão de líquidos, os periquitos devem encontrar sempre água fresca e limpa à sua disposição. Por isso, certifique-se de que realmente não lhes falta nada.

Os bebedouros devem ser, de preferência, de barro, baixos e largos, de maneira a que as aves possam chapinhar à vontade.

Uma última dica: coloque na gaiola torrões de relva limpa e bem regada, especialmente nos meses de Verão. Vai ver como eles vão gostar!

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]