Alma Gémea

0
2431

Os olhos deambulam por outros olhos, também eles ávidos de busca. O corpo sente e pressente a existência de alguém que o aguarda num qualquer lugar, em qualquer esfera da humanidade. Mas, não se encontra o que se procura, por muito que se investigue. Todos nós já pensámos onde estará. A nossa alma gémea anda algures por aí…

A ideia de alma gémea percorre os caminhos do universo, no qual dois seres já estiveram juntos num plano da vida e que agora, muito tempo depois, se voltam a reencontrar. Quando se fala de alma gémea, é fundamental acreditar que existe uma vida anterior a esta que se vive. Duas pessoas estiveram ligadas e relacionadas no passado, a partir de um elo de sentimento profundo, vindo a separar-se mais tarde por força das circunstâncias. Esse plano passado foi abandonado por essas duas pessoas, mas a aproximação e o reencontro é um desejo comum, podendo conquistar novamente o espaço de ligação deixado anteriormente nesta vida.

Porém, as pessoas têm tendência a pensar em almas gémeas no sentido Homem-Mulher que se apaixonaram perdidamente e depois se separaram. Mas, esta ligação de sentimento forte entre dois seres, pode ter sido relativamente a amigos muito próximos ou a familiares. O que acontece é que, a ligação era tão forte que nesta vida o seu reencontro tem que ser efectuado. Mas, há ainda a versão que afirma que quando um ser parte se divide em dois, e por esse motivo existe a possibilidade de retorno de juntar as duas partes.

O indispensável para localizar a sua alma gémea é ter muita sensibilidade interior, e conseguir observar atentamente muito para além dos olhos. É necessário, acima de tudo, sentir. Se conseguir ir além daquilo que vê, certamente encontrará a sua alma gémea e chegará a uma resposta positiva, mas para isso é preciso força e sensibilidade interior.

Pode descobrir a sua alma gémea através de pequenos sinais e indícios, que confirmam uma suspeita da sua parte de que aquela é a sua alma gémea. Funciona de uma forma muito semelhante à leitura da linha da mão em que, uma linha vai ou não de encontro a outra mas, neste caso as coincidências vão de encontro umas ás outras.

Assim, quando se fala de sinais está-se a referir a coisas perfeitamente vulgares, como por exemplo: um nome ou apelido, a escrita, a pronúncia das palavras, a data de nascimento, marcas de nascença no corpo, semelhança física, entre outros pormenores deste género. Convém referir que estes sinais aumentam a probabilidade de que, aquela é a sua alma gémea, mas nunca afirmar-se com a certeza plena e total.

Normalmente, estes indícios descobrem-se logo nos primeiros encontros senão no primeiro encontro. As pessoas apercebem-se que têm um sinal de nascença comum, nasceram no mesmo mês e dia ou no mesmo ano e dia, têm o mesmo apelido ou nomes semelhantes ou expressões idênticas. Qualquer um destes aspectos é viável, bem como o facto de sonhar com alguém antes mesmo de o conhecer. Isso é um sinal. Porém, nunca vá procurar a sua alma gémea, porque ela só aparecerá quando você não estiver à espera. Não se esqueça que, mesmo que se encontrem podem não viver um vida feliz: a natureza uniu-vos novamente, mas são as pessoas que devem preservar essa união.

Não parta à procura da sua alma gémea, quase em desespero. Há uma hora para as coisas acontecerem e você vai ter que encontrá-la e, acima de tudo, sentir que existe qualquer elo entre vocês. Cuidado, pois a chamada alma gémea pode já ter passado por si e você nem ter dado conta. Não se esqueça que, o importante é sentir e não procurar…

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]