Candomblé, conheça melhor esta religião milenar africana

3911
Candomblé religião milenar africana
Candomblé religião milenar africana

As divindades estão ligadas à natureza e aos homens. No Candomblé um Espírito errante é um “Egum”. Nos terreiros de Candomblé, só se manifestam mediunicamente as divindades “Orixás”

A religião Candomblé

O Candomblé é uma religião oriunda da África, levada pelos escravos negros durante o século XIX para o Brasil, onde eram vendidos para as fazendas. Como as famílias eram separadas, cada roça de Candomblé (terreiro) tem o seu Orixá, que tem uma relação direta com as famílias.

Os orixás

Os Orixás são os encantados, ou seja, a força da natureza de cada um, com um potencial diferenciado pela energia do elemento que o mesmo comanda.

  • Oxalá é o centro, o criador do universo;
  • Ogum é o ferro e a guerra;
  • Xangô é a pedra e a justiça;
  • Oxossi, a mata e caça;
  • Oxum, água doce, fertilidade e graça;
  • Inhaçan, o raio, tempestade e volúpia;
  • Osaí, as folhas medicinais;
  • Obaluaê, o médico, a peste, a bexiga;
  • Nanã, o barro, a chuva fina, a construção;
  • Iemanjá, água salgada, poder da maternidade;
  • Oxumarê, movimento, transformação;
  • Iroco, tempo.

Bastante importante também é o Orixá Exum, que representa a ligação entre o homem, a terra, o desejo, a traição, a maldade e a benevolência, conforme nosso interior a cria e quer. O Candomblé, como todas as religiões, tem seus preceitos para tornar o mundo melhor, com mais amor, fé, esperança e caridade.

Os “Orixás”, ao presidirem a própria natureza através de seus agentes, têm em si as características de personalidade que os ligam a determinados estados evolutivos da espécie humana.

A vibração provocada pelo tipo de personalidade de um certo indivíduo, vai colocá-lo sob a influência de determinado “Orixá”. Diz-se, então, que ele é oriundo daquela faixa psíquica, ou em linguagem de Candomblé, que ele é “filho de Santo”. Filhos do grande Olorum (Deus Pai), os “orixás” cumprem a Sua vontade.

Oxalá é o maior orixá. Ele é um símbolo da natureza religiosa, santificada. Não é Deus, mas está abaixo Dele, presidindo aos seus desígnios. Na Natureza, liga-se aos céus e tudo o que neles existe. Segue-se-lhe Iemanjá, o símbolo da natureza feminina, da beleza e da reprodução. Na natureza, liga-se às águas do mar.

Para muitos é Nossa Senhora. Estas variedades de divindades formam o mundo dos Orixás, dos sentimentos, com o qual cada criatura possui sintonia em determinada faixa, segundo o grau evolutivo que atingiu na sua ascensão espiritual. Mas também este mundo tem as suas divindades do mal, onde as mentes estão em desequilíbrio.

Trata-se do reino de Elegbara, o mundo de Exu. No Brasil, a Bahia é a mais representativa desta religião, se bem que o Candomblé esteja espalhado por todo o país.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]