Florais de Bach – uma terapia emocional

0
1078

Uma terapia emocional para as doenças físicas, à base de flores.

A terapia dos Florais de Bach actua ao nível do equilíbrio emocional do paciente, procurando levar a uma consciência plena do seu mundo interior e exterior. A origem dos problemas de saúde é, frequentemente, a nossa mente. Sentimentos persistentemente reprimidos acabam por emergir, primeiro como conflitos mentais e psicológicos e, eventualmente, como doença física.

As essências florais descobertas e estudadas pelo dr. Bach são remédios líquidos naturais e altamente diluídos. São totalmente inofensivos e sem quaisquer efeitos colaterais. Destinam-se à cura dos problemas espirituais e emocionais, actuando a níveis vibratórios muito subtis, limpando e harmonizando a pessoa e a sua aura energética.

A terapia dos florais é utilizada para curar o stress, depressões, o síndroma do pânico, o cansaço físico e/ou mental, ansiedades, medos, etc., etc.. Os florais são produzidos no Bach Centre, em Inglaterra, local onde Edward Bach desenvolveu todo o seu trabalho. Os remédios são preparados a partir de flores, arbustos e plantas silvestres e a sua manipulação obedece aos rígidos padrões determinados pelo Centro. Cada floral é composto de água mineral, brandy de uvas e essências florais. São administrados por gotas – geralmente 4 gotas, 4 vezes ao dia, e a quantidade de brandy, utilizado para conservar o preparado, corresponde a cerca de meia gota por cada dose.

A terapia dos Florais de Bach foi desenvolvida por volta de 1930 por Edward Bach, médico imunologista, bacteriologista e homeopata. Profundo conhecedor dos métodos paliativos da medicina convencional, Edward Bach acreditava existir um método capaz de curar realmente, inclusive as doenças consideradas incuráveis. O primeiro passo foi enveredar gradualmente pela homeopatia, administrando remédios naturais, à base de plantas, aos seus doentes, com resultados bastante encorajadores. Procedeu então a um método inovador, ao separar os pacientes por grupos de comportamento, acreditando que era possível eliminar o sofrimento característico de cada grupo, sofrimento este de ordem emocional ou espiritual.

Estimulado pela sua crença, Edward Bach abandonou uma carreira promissora e o prestigiado consultório na Harley Street e embrenhou-se num trabalho do qual resultaram as 38 essências florais que estavam na base do seu novo tratamento. Terminada a sua pesquisa e encorajado pelos resultados obtidos, o dr. Edward Bach deu uma breve explicação dos princípios daquela nova terapia: “A acção destes remédios consiste em elevar as nossas vibrações e abrir os nossos canais para a recepção do Eu Espiritual; de inundar a nossa natureza com a virtude particular de que precisamos, e em expurgar de nós o erro que causa o mal… Eles curam, não combatendo a doença, mas inundando o nosso corpo com as sublimes vibrações da nossa Natureza Superior, em cuja presença a enfermidade se dissolve como a neve à luz do sol. Não existe cura autêntica, a menos que exista uma mudança de perspectiva, uma serenidade mental e uma felicidade interna.”

 

Actualmente, a terapia dos Florais de Bach é uma das mais conhecidas formas de terapia alternativa e é praticada por todo o mundo, na grande maioria de centros de holísticos e de novas terapias.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]