Beatificação dos pastorinhos celebrada pelo Papa em Fátima

2343
Papa em Fátima para a beatificação dos pastorinhos
Papa em Fátima para a beatificação dos pastorinhos

João Paulo II visita o nosso país pela terceira vez para a beatificação dos pastorinhos. Jorge Sampaio e António Guterres aguardam a chegada do sumo Pontífice ao aeroporto militar de Figo Maduro. A visita, desta vez é a mais curta, devido aos problemas de saúde do Papa, que sofre da doença de Parkinson.

Papa João Paulo II de visita a Fátima

A peregrinação já teve início há algumas semanas, com a maioria dos peregrinos a dirigirem-se a pé para o santuário, dormindo em escolas, ginásios, e hospitais e a fazerem as refeições pelo caminho. Muitos são os grupos organizados que repetem, ano após ano, as caminhadas, outros são apenas vizinhos que se unem num objectivo comum: cumprir uma promessa, feita para uma cura, uma passagem de ano lectiva, enfim, o que seja que nas horas de aflição fazem apelar à fé.

João Paulo II visita o nosso país pela terceira vez. Jorge Sampaio e António Guterres aguardam a chegada do sumo Pontífice ao aeroporto militar de Figo Maduro, no dia 12, e assistem às cerimónias de Fátima no Santuário, num evento que junta o Jubileu e a beatificação dos pastorinhos. A visita, desta vez é a mais curta, devido aos problemas de saúde do Papa, que sofre da doença de Parkinson.

Para suportar este tipo de acontecimento foi montada uma mega-operação de segurança, que envolverá 1300 efetivos policiais, em prática de 11 a 14 de Maio, com o nome de “Operação Fátima 2000” e que envolve a participação do Serviço Nacional de Proteção Civil, da PSP, da GNR, dos Bombeiros, do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e da Segurança Social. Perto da esquadra de Fátima está montado um centro de coordenação que recebe todas as chamadas telefonicas que chegarem ao 112 (número telefónico nacional de socorro) e ao 117 (número telefónico nacional de proteção à floresta), feitas num raio de dez quilómetros. Os hospitais da zona estarão de prevenção.

Os parques de estacionamento funcionarão nos acessos a Fátima, em terrenos camarários e de particulares, garantindo o parqueamento de 200 mil automóveis. No interior da cidade funcionarão corredores de emergência, por onde se deslocarão viaturas de socorro, além do carro que transportará o Papa João Paulo II que vai chegar ao campo de futebol de Fátima de helicóptero, vindo do aeroporto de Lisboa, sendo posteriormente transportado no “Papamobile” até ao Santuário.

Beatificação dos pastorinhos

Prevê-se que no santuário estejam mais de um milhão de pessoas e duas mil crianças, a assistir à beatificação dos pastorinhos, cerimónia que vai ser acompanhada pelas estações televisivas que instalaram câmaras, equipas de redacção e helicópteros. Ecrãns gigantes colocados ao fundo do santuário, vão permitir aos que se encontram mais afastados seguirem as cerimónias.

Celebração do 13 de Maio em Fátima

A missa, celebrada por bispos portugueses e prelados de outros países, e a cerimónia de beatificação, têm inicio às 9 horas e trinta minutos, onde será lido o breve papal (decreto) de beatificação, seguindo-se a missa votiva dos novos beatos. Imagens de Francisco e Jacinta serão expostas ao lado do altar coberto. Na altura em que decorrer o ofertório, um grupo de crianças vai entregar ao Papa a papeleta de Jacinta, que morreu no Hospital D. Estefânia, em Lisboa.

No final da cerimónia, perto do meio-dia, o Papa vai visitar os túmulos de Jacinta e de Francisco, situados respetivamente do lado direito e esquerdo da Basílica, junto da capela-mor, onde serão colocadas as suas estátuas. Segue-se o almoço com os bispos portugueses, antes de partir de helicóptero para Lisboa e depois para Roma.

O papa, que vai completar 80 anos no próximo dia 18 de Maio, visitou Portugal em 1982, onde veio agradecer à virgem de Fátima pela sua vida, poupada no atentado um ano antes e regressou a Fátima em 1991, numa vista mais alargada ao nosso país.

Processo de beatificação dos pastorinhos

A beatificação dos pastorinhos de Fátima tem um carácter único, porque é a primeira vez na história que a Igreja Católica declara dignos de veneração dois menores. Jacinta, de 9 anos e Francisco, de 7, aquando da visita da Virgem, são os mais jovens beatos não mortos em martírio.

O processo de beatificação teve inicio A 13 de Maio de 1989, através de um decreto da Congregação para a Causa dos Santos, que declarou as virtudes heroicas de Jacinta e de Francisco. Os sete peritos para cada um dos processos, examinaram durante sete anos os processos e votaram a favor. O que permite venerar particularmente os pastorinhos como santos. Para a veneração pública a Igreja exige a beatificação. E para a beatificação é necessária a prova de milagres.

A comunidade católica em Portugal e no mundo está de olhos postos em Fátima neste 13 de Maio muito especial com a beatificação dos pastorinhos.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]